City of Lies, com Johnny Depp, adiado indefinidamente

Ao contrário do previsto, “City of Lies” não chegará aos cinemas no dia 7 de Setembro, com a possibilidade da sua estreia ser adiada para 2019!

Na origem desta alteração súbita estará o clima tenso que rodeia o actor Johnny Depp. Alegadamente, Depp terá agredido a murro um dos elementos da produção, que por sua vez terá decidido processar o actor, o estúdio e o realizador do filme, Brad Furman.

City of Lies, Johnny Depp, Brad Furman, Forest Whitaker
Johnny Depp

Gregg Brooks, o elemento agredido, responsável por gerir os locais das gravações, terá dito em tribunal que Depp se terá chateado quando deu a ordem para interromper as filmagens, quando a licença de gravação se encontrava expirada. Essa interrupção terá coincidido com a altura em que o actor queria dirigir uma cena particularmente longa sozinho.

Depp, nomeado três vezes para os Óscares da Academia, tem estado envolvido em diversas polémicas recentemente, incluindo um processo por fraude contra os seus ex-agentes e, acusações de violência doméstica por parte da actriz Amber Heard, sua ex-mulher. Depp alegou ter sido agredido por Amber no trigésimo aniversário desta, acusação que a actriz negou imediatamente.

“City of Lies” é baseado no livro de Randall Sullivan, “LAbyrinth”, que conta a história da série de assassinatos de rappers nos anos 90. Depp vestiria a pele de um detective da LAPD já reformado, que se propõe a investigar os crimes, com uma jornalista (Forest Whitaker).

Lê Também:
A Volta ao Mundo em 80 Filmes

“City of Lies” chegará possivelmente aos cinemas apenas em 2019.

 

Alexandra Brito

Estudante de Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto. Seriéfila compulsiva nos tempos livres, com predilecção por tudo o que envolva fantasia e/ou o sobrenatural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *