Writers Guild Awards 2018 | Lista Completa de Vencedores

Decorreu ontem a cerimónia dos Writers Guild Awards, que destacou os melhores argumentos e a melhor escrita do último ano. Pistas para os óscares?

Numa gala que teve lugar ao mesmo tempo em Los Angeles e Nova Iorque, conduzida por Patton Oswalt e Amber Ruffin em cada um dos espaços, “Foge” e “Chama-me Pelo Teu Nome” tiveram razões para sorrir e receberam um sinal do que pode estar para acontecer nos óscares a 4 de março.

A originalidade de “Foge”, um argumento do realizador-autor Jordan Peele, chegou para bater a forte concorrência de “Lady Bird” ou “A Forma da Água“. Curiosamente, “Três Cartazes à Beira da Estrada“, igualmente nomeado para melhor argumento original pela Academia, não fora selecionado como um dos 5 argumentos pelos WGA.

“Chama-me Pelo Teu Nome”, argumento de James Ivory a adaptar a obra de André Aciman, viu assim confirmado o seu tremendo favoritismo numa categoria com menos pesos pesados.

Lê Também:
Black Panther é um dos filmes da nossa Lista dos Mais Aguardados neste início de 2018!

Os Writers Guild of America destacaram também “Jane,” do National Geographic, como melhor argumento em documentário.

Nas séries, “The Handmaid’s Tale” foi considerado o melhor drama e a melhor nova série, enquanto que “Veep” venceu melhor comédia. Nas mini-séries, destaque para “Flint” (original) e “Big Little Lies” (adaptado).

Numa noite que também premiou “Saturday Night Live” e “Last Week Tonight with John Oliver”, os WGA escolheram o episódio Chicanery de “Better Call Saul“, escrito por Gordon Smith, como o melhor episódio dramático do ano. Rosario’s Quinceanera, de “Will & Grace”, foi o melhor episódio de comédia e Time’s Arrow, de “BoJack Horseman“, o melhor episódio de animação.

Curiosamente, Chicanery Time’s Arrow integraram o nosso recente TOP de Melhores Episódios de 2017.

Writers Guild Awards | Lista Completa de Vencedores

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

“Foge”, de Jordan Peele

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

“Chama-me Pelo Teu Nome”, de James Ivory

MELHOR ARGUMENTO PARA DOCUMENTÁRIO

“Jane”, de Brett Morgen

MELHOR SÉRIE DRAMÁTICA

“The Handmaid’s Tale”

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA

“Veep”

MELHOR NOVA SÉRIE

“The Handmaid’s Tale”

MELHOR MINI-SÉRIE (ARGUMENTO ORIGINAL)

“Flint”

MELHOR MINI-SÉRIE (ARGUMENTO ADAPTADO)

“Big Little Lies”

MELHOR EPISÓDIO – SÉRIE DRAMÁTICA

Chicanery, de “Better Call Saul”, escrito por Gordon Smith

MELHOR EPISÓDIO – SÉRIE DE ANIMAÇÃO

Time’s Arrow, de “BoJack Horseman”, escrito por Kate Purdy

CHAMA-ME PELO TEU NOME | MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO DO ANO

Achas que “Foge” e “Chama-me Pelo Teu Nome” vão vencer também nos óscares? Satisfeitos com as escolhas dos Writers Guild Awards em matéria de séries?

Miguel Pontares

Licenciado em Comunicação Empresarial, estudou ainda Escrita de Argumento para Cinema e Televisão. É um dos autores do blog Barba Por Fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *