20 atores que foram mal pagos por grandes papéis

Mesmo nos países em que o cinema é uma arte desenvolvida e que potencia bons salários, existem casos injustos, em que os atores recebem pouco.

1 de 20

Para tudo existem duas versões distintas e o salário dos atores é também um lápis de duas pontas: há quem considere o valor que certos profissionais recebem uma fortuna (especialmente em países cujo cinema não está tão desenvolvido) mas há que reconhecer também que, em certos casos, há atores mal pagos, quando em comparação com os colegas e com o orçamento do filme.

Muitas vezes, a decisão de receber pouco é uma escolha do próprio ator. Por vezes aceitam ou preferem papéis mais pequenos e que, consequentemente, pagam menos, por gostarem do tema. Por outro lado, existem atores que ainda estão em início de carreira ou que ainda não são conhecidos o suficiente para poderem exigir um salário melhor. Assim, aceitam papéis cujo pagamento não é justo, tendo em vista a possibilidade de despertar a atenção e ser chamado para fazer trabalhos melhores.

Nesta lista estão incluídos casos em que o pagamento não foi baixo aos olhos de um civil, mas que revela ser insuficiente para as horas de filmagens e todo o trabalho que esse papel exigiu e para a importância que esse ator teve – já que muitas vezes, como sabemos, é um ator que ajuda a dar o nome ao filme e não ao contrário.

20. JONAH HILL – “O LOBO DE WALL STREET”

Jonah Hill

Muitos são os atores que gostariam de ter o privilégio de participar num filme de Martin Scorsese e que, devido ao nome que lhes pode dar, aceitam fazer papéis por um valor mais baixo.

Foi o que aconteceu com Jonah Hill que, na altura em que estava em gravações para “O Lobo de Wall Street“, já era bem conhecido e já recebia bem com a sua profissão. Estava até nomeado a um Óscar pelo filme “Moneyball: Uma Jogada de Risco”. Ainda assim, a oportunidade de entrar num filme de Scorsese não podia ser perdida, pelo que concordou em fazer o papel por cerca de 60 000$, que corresponde a cerca de 48 888€.

Mesmo assim não parece um valor muito baixo, pois não? Mas e se dissermos que “O Lobo de Wall Street” teve um orçamento de mais de 100 milhões de dólares e que Jordan Belfort (cuja história de vida inspirou a personagem interpretada por DiCaprio) recebeu um milhão de dólares apenas pelos direitos de propriedade intelectual?

1 de 20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *