7 Coisas que (possivelmente) Não Sabias sobre Zoolander

 

Com Zoolander 2 prestes a chegar às salas, está na hora de relembramos um dos maiores clássicos de culto da comédia do início do séc. XXI: Zoolander, o filme que pôs o mundo da moda a rir de si mesmo.

 

1. Um célebre caso de plágio?

zoolander-glamorama

Bret Easton Ellis, autor do famoso livro tornado filme Psicopata Americano, escreveu, em 1998, um romance chamado “Glamorama” uma satirização dos anos 90, da cultura da celebridade e do consumismo que versa sobre um modelo masculino pouco inteligente que se vê envolvido num ringue terrorista com raízes na indústria da moda. O autor processou Ben Stiller depois do lançamento de Zoolander, em Setembro de 2001, por infração de direitos de autor. O caso foi resolvido com um acordo extra-judicial, ou seja, sem intervenção da justiça.

 

2. Wilson e apenas Wilson!

zoolander-owen

Ben Stiller escreveu o papel de Hansel especificamente para Owen Wilson e chegou mesmo a dizer que ninguém mais foi sequer considerado para o mesmo.

 

3. O original Mugatu

zoolander-will

O papel de Mugatu foi originalmente escrito para Andy Dick, mas o ator tinha compromissos com a série Go Fish e teve de recusar a proposta. Will Ferrel ficou com o papel e Dick fez uma pequena participação como Olga, a massagista.

 

LÊ MAIS: Enquanto Somos Jovens em análise

 

4. Nas infelizes redondezas do 11 de setembro

zoolander-11setembro

Lançado poucos dias depois dos atentados do 11 de setembro, Zoolander viu algumas das suas cenas editadas por uma equipa de efeitos visuais – isto porque continham imagens das torres gémeas em pano de fundo.

 

5. Derelicte, baseada em factos reais

zoolander-galliano

A linha de moda de Mugatu, Derelicte, é uma paródia de uma linha verdadeira criada por John Galiano em 2000. No filme a linha é composta por roupas feitas a partir de objetos quotidianos encontrados nas ruas de Nova Iorque; por seu lado, Galliano tinha usado roupas usadas pelos indigentes e desamparados para criar a sua coleção.

 

6. Censurado na Malásia

zoolander-malasia

Zoolander foi banido da Malásia – país referido no filme como empobrecido e dependente de trabalho escravo, sendo o seu Presidente (fictício) usado como alvo de homicídio. O quadro de censura da Malásia definiu-o como “definitivamente inapropriado”. A vizinha Singapura também baniu inicialmente o filme por sensibilidades bilaterais e o uso excessivo de drogas no filme, mas voltou a estar disponível neste país em 2006, com rating R. Na versão homevideo asiática do filme, todas as referências à Malásia foram alteradas para “Micronésia”.

 

7. O que é que A Árvore da Vida e Zoolander têm em comum?

zoolander-malick

Pouca coisa, na verdade. O primeiro é, como bem sabem, uma das obras-primas do mago filosófico Terrence Malick e o segundo é… um dos seus filmes favoritos. O realizador chegou mesmo a selecioná-lo entre um lote das suas obras favoritas para exibição num festival do Museu de Artes Philbrook, em Tulsa, Oklahoma.

 

 

Catarina Oliveira

Licenciada em Ciências da Comunicação e com formação complementar em Design Gráfico, além de editora e diretora criativa da MHD é também uma das sócias fundadoras da mais recente face da empresa. Colaboradora de Cinema na Vogue Portugal. Gestora de conteúdo na Lava Surf Culture e NOS Empresas - Criar uma Empresa. Autora do blog de Cinema Close-Up.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *