As Melhores Bandas Sonoras de 2013 by MHD

Num balanço cinematográfico de 2013, não poderíamos deixar de assinalar uma das nossas dimensões preferidas – a banda sonora – elegendo aquelas que são, na opinião do painel de sete membros da Magazine.HD, as que melhor serviram os fins dos filmes para os quais foram compostas ou compiladas, entre aqueles que estrearam em Portugal, em circuito comercial, em 2013.

Os membros votantes da Magazine.HD, após uma pré-seleção de 20 títulos, ordenaram as dez bandas sonoras favoritas de cada um, sendo atribuídas classificações progressivas aos dez títulos escolhidos e ordenados. A lista adiante indicada traduz o resultado das pontuações atribuídas.

Várias obras de relevo ficaram (e ficarão sempre) de fora dum top como este, que reflete não só o subjetivismo de quem classifica, bem como, sejamos honestos, a impossibilidade de tudo se conhecer. Entre muitas que ficaram para trás importa referir os excelentes trabalhos do fantástico Clint Mansell em Stoker, do nosso querido Rodrigo Leão para a Gaiola Dourada e Butler, do sublime Carter Burwell em O Quinto Poder, de Anthony Gonzalez, M83 e Joseph Trapanese para Oblivion, bem como as magníficas compilações para About Time, The Bling Ring, ou Kick Ass 2 entre muitas outras.

 

As Melhores Bandas Sonoras de 2013 by MHD

#10 –   Beasts of the Southern Wild – Dan Rohmer e Benh Zeitlin

Beasts of the Southern Wild

#9 – The Hobbit: The Desolation of Smaug – Howard Shore

The Hobbit The Desolation of Smaug

#8 – Spring Breakers  – Cliff Martinez, Skrillex

Spring Breakers

#7 – Man of Steel  – Hans Zimer

Man of Steel

#6 – Django Unchained – VA

Django Unchained

#5 – Inside Llewyn Davis T – Bone Burnett and Marcus Mumford

Inside Llewyn Davis

#4 – Gravity – Steven Price

Gravity

#3 – Rush – Hans Zimmer

Rush

#2 – Great Gatsby – VA

Great Gatsby

#1 – Les Misérables – VA

Les Miserables

 

 

Rui Ribeiro

Engenheiro, publisher, melómano e audiófilo, daqueles que ainda vão ao cinema, compram vinil, cd's, blu-rays, a Empire e a Stereophile em papel.