8 Coisas que (possivelmente) Não sabias sobre Rocky

 

Está a ser um inesperado sucesso de bilheteira e entre a crítica – parece que Creed chegou mesmo para dar nova vida ao legado de Rocky.

E porque a definitiva história do underdog se tornou no filme que deu à luz o maior franchise da história do Cinema de desporto, honramos aqui a memória do eterno Rocky Balboa com alguns factos que podem desconhecer sobre o original de 1976.

 

1. Inspiração na lenda

ali

Parece apenas apropriado que a maior saga de boxe do cinema tenha sido inspirada num combate que envolveu aquele que é comummente considerado como o maior boxer de todos os tempos. Em 1975, Sylvester Stallone assistiu ao combate entre Muhammad Ali e Chuck Wepner e bebeu daí inspiração para criar o argumento do seu filme. “Por um breve momento, aquele suposto underdog foi magnífico”. Wepner aguentou umas espantosas 19 rondas até ser derrotado por Ali. Três dias depois do combate, Stallone já tinha pronta a primeira versão do argumento.

 

2. Primeiro Oscarizado

win

Rocky foi o primeiro filme desportivo a ganhar um Óscar de Melhor Filme.

 

3. Dedos achatados

meat

Na cena da arca frigorífica da carne, Stallone passou tanto tempo a esmurrar carcaças de animais que achatou permanentemente os nós dos dedos das mãos.

 

4. Rocky alternativo?

redford

Originalmente, o estúdio queria comprar o argumento a Stallone por não querer que fosse ele a protagonizar o épico desportivo. Burt Reynolds e Robert Redford eram dois dos principais atores considerados para o papel.

 

5. Companheiros na vida real

dog

Butkus, cão e companheiro de Rocky, pertencia, na realidade, a Sylvester Stallone.

Lê Mais: Creed: O Legado de Rocky, em análise

 

6. Orçamento apertado

robe

Com apenas 1 milhão de dólares de orçamento, Rocky foi filmado em apenas 28 dias e teve de acomodar vários “imprevistos” que foram inteligentemente incorporados no argumento. Um dos mais célebres erros prende-se com os posters de Rocky e Apollo Creed colocados no Philadelphia Spectrum. Acontece que, quando foi fotografado para que um artista criasse depois as imagens, Stallone estava a usar os calções errados (vermelhos com lista branca, em vez de brancos com lista vermelha). Sem dinheiro para reverter a situação, a produção resolveu incorporá-la para enfatizar a ideia de que na história ninguém se importava com Rocky.

 

7. Coreografado como um ballet

creed

Para o clímax final, Stallone e Carl Weathers não podiam simplesmente improvisar o épico e complexo combate entre Apollo e Rocky, pelo que Stallone detalhou a mesma ao longo de 14 páginas do argumento – cada passo, gancho ou soco estava no papel. “O ringue estava dividido em várias partes como um relógio e sabíamos onde devíamos estar em cada momento. Era uma dança muito específica”, referiu Weather nos comentários do DVD do filme.

 

8. Fãs de luxo

elvis

Charlie Chaplin e Elvis Presley eram grandes fãs do filme de Stallone, e ambos o convidaram, separadamente, para visionamentos privados na sua companhia. Apesar de mais tarde se ter arrependido, Stallone recusou ambos os convites, que chegaram meros meses antes de Chaplin e Elvis falecerem.

 

Catarina Oliveira

Licenciada em Ciências da Comunicação e com formação complementar em Design Gráfico, além de editora e diretora criativa da MHD é também uma das sócias fundadoras da mais recente face da empresa. Colaboradora de Cinema na Vogue Portugal. Gestora de conteúdo na Lava Surf Culture e NOS Empresas - Criar uma Empresa. Autora do blog de Cinema Close-Up.

Catarina Oliveira has 1455 posts and counting. See all posts by Catarina Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *