Eidos lança novo trailer detalhado de Deus Ex: Mankind Divided

Adam Jensen irá continuar a sua busca pela verdade por detrás das conspirações mas o método usado continua à escolha do jogador.

No ano de 2029, a humanidade encontra-se fraturada. Os avanços científicos levaram à criação de tecnologia que permite a substituição de praticamente qualquer parte do corpo humano por implantes cibernéticos, o que levantou todo o tipo de questões éticas e morais relacionadas com a “evolução” da humanidade atravês de meios tecnológicos. Esta divisão tornou-se ainda mais forte depois dos eventos do jogo Deus Ex: Human Revolution, quando vários “augmented” (denominação dada a qualquer indivíduo com estes implantes) entraram num estado de fúria cega sem causa aparente, matando várias pessoas. Assim, a sociedade em geral passou a rechaçar os augmented, os quais por sua vez agora se sentem ressentidos e atacados por uma sociedade incapaz de os compreender por qualquer outra forma que não seja através da violência.

Lê também: Top Jogos – As frases mais famosas

É neste mundo que voltamos a entrar na pele de Adam Jensen, também ele um augmented, ainda à procura da verdade escondida sob várias camadas de mentiras, duplicidade, esquemas e subterfúgio. E para atingir esse fim, Jensen terá acesso a novas habilidades as quais pode empregar das mais variadas maneiras conforme as escolhas do jogador, como foi revelado no mais recente vídeo lançado pela Eidos Montreal.

Lê Também:
Minecraft Dungeons terá novo conteúdo em breve

Como já é habitual na série Deus Ex, o jogador poderá sempre escolher como lidar com os diversos obstáculos com que se depara. Para aqueles que preferem uma abordagem mais “clássica” e direta, é sempre possível enfrentar os inimigos num tiroteio, usando pistolas, caçadeiras, granadas e habilidades de augment como uma couraça impenetrável ou as duas láminas inseridas dentro dos braços de Jensen para execuções corpo-a-corpo. No entanto, também é possível optar por uma solução mais pacífica e subtil, esqueirando-se por entre os guardas, infiltrando-se no sistema informático para desligar câmaras e alarmes e usando ataques que deixem os inimigos inconscientes mas não mortos.

Lê também:Fallout 4 irá ter mods nas versões para consolas

E estas decisões não só permitem uma maior variedade na jogabilidade como também poderão ter consequências em certos eventos que irão ocorrer numa fase mais avançada do jogo. Um exemplo que podemos ver no vídeo é o de uma zona comercial que pode vir a tornar-se o alvo do que parece ser um atentado terrorista ou o local onde ocorreu um crime sob investigação pelas autoridades, sendo que estes dois eventos são ambos o resultado das consequências causadas pelas decisões do jogador

Lê Também:
The Last of Us Part II num olhar dentro do seu mundo

Por agora só nos resta esperar por mais informações e pelo lançamento do jogo que continua agendado para o dia 23 de Agosto para PC, Playstation 4 e Xbox One.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *