Dave Bautista e Pom Klementieff

James Gunn critica universos partilhados

 

James Gunn, realizador de Guardians of the Galaxy, criticou a ideia dos universos partilhados.

Na sua página de Facebook, James Gunn, realizador de Guardians of the Galaxy (Guardiões da Galáxia), criticou algumas decisões tomadas pelos estúdios. “Eu gosto de universos partilhados bem como dos grandes franchises. Estou preocupado com os numerosos universos partilhados que os estúdios estão a planear sem terem um filme com uma base forte para crescer, ou em alguns casos, sem terem qualquer base. Star Wars tinha o original Star Wars, a Marvel tinha o Iron Man, a trilogia Dark Knight tinha o Batman Begins, mesmo os Transformers e Twilight tinham uma audiência que exigia mais destas personagens. Mas hoje em dia os estúdios estão a tentar crescer árvores sem terem uma semente forte. Executivos e produtores, e algumas vezes realizadores, estão focados no grande quadro sem aperfeiçoarem a tarefa de fazer um grande filme.”

Lê Também:   Zack Snyder confessa querer terminar a sua visão de Liga da Justiça, da DC Comics

 

guardians-of-the-galaxy-pic-2

 

“Eu penso que quem faz filmes, e os estúdios, têm de estar preparados para o grande quadro, mas nunca deixar que isso interfira com a tarefa de fazer um bom filme. Temos de ser um pouco mais experimentais, e ver o que funciona, em vez de tentar forçar o sucesso. E acima de tudo lembrarmo-nos que nós enquanto indústria  temos de servir as audiências, comunicar com elas, porque elas têm uma voz naquilo que criamos. Não estamos aqui para ditar aquilo que as audiências querem ver, porque isso simplesmente não é possível.”

LEIA TAMBÉM: PSICOPATAS NO CINEMA | PARTE 1

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *