Madonna com discurso emocionado em Estocolmo, pelas vítimas de Paris

“Porque é que estou aqui a dançar e a divertir-me quando há pessoas a chorar a perda dos seus entes mais queridos?”, disse Madonna a dado momento no seu concerto de ontem em Estocolmo.

Madonna confessou que considerou cancelar o espetáculo que tinha agendado para ontem na capital sueca, mas acabou por reconsiderar a sua decisão por entender que assim estaria a condicionar a sua liberdade e os autores do massacre em Paris ganhariam mais uma vez.

Todo este espetáculo é sobre a celebração da vida. E do combate pelos seus direitos. Sobre lutar pelo que acreditamos.”, disse Madonna. “Tem sido muito difícil para mim chegar a este momento e não esquecer o que aconteceu ontem à noite. Então preciso de aproveitar este momento para reconhecer a tragédia. As mortes trágicas, os assassinatos e o final sem sentido de vidas preciosas que ocorreu ontem à noite em Paris.”

Seguiu-se um minuto de silêncio, a canção de homenagem, “Like a Prayer”, e ainda “La Vie en Rose”. “Esta música é uma canção de amor francesa. Então é dedicada não apenas ao ideal romântico, mas a toda a França, e às pessoas que me inspiram a cantar canções de amor.”, completou.

 

Daniel E.S.Rodrigues

Sonho como se estivesse num filme de Wes Anderson, mas na verdade vivo no universo neurótico de Woody Allen. Sou obcecado pela temporada de prémios, e gostaria de ter seguido a carreira de cartomante para poder acertar em todas as previsões dos Óscares, Globos de Ouro (da SIC), Razzies, Troféus TV7 Dias e Corpo do Ano Men's Health. Mas, nesse universo neurótico e imperfeito em que me insiro, acabei por me tornar engenheiro. Sigam-me no Instagram para mais bitaites sobre Cinema, Música, Fotografia e outras coisas desinteressantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *