Melhores Bandas Sonoras dos Jogos

Melhores Bandas Sonoras dos Jogos

Para além da narrativa e do gameplay, existe outro elemento que marcou muitas das nossas experiências no mundo dos videojogos, a banda sonora. Mais do que “ambiente” existem músicas e álbuns que nos levam a regressar a eles mesmo anos após termos terminado determinado jogo. Vem nesta viagem pelas melhores bandas sonoras dos jogos, certamente conhecerás muitas!

DEUS EX: HUMAN REVOLUTION

Michael McCann é o compositor que nos traz a banda sonora futurista do terceiro capítulo de “Deus Ex”, vencedora de um prémio no Canadian Video Game Awards 2012. O som é uma mistura entre o eletrónico e o instrumental, produzindo algo épico e que encaixa na perfeição no mundo do jogo.




MIRROR’S EDGE CATALYST

Futurista é igualmente a música suave de Solar Fields, mergulhada no tema da liberdade.




PORTAL 2

SPACE!! THERE’S SO MUCH SPACE!!!! É aquilo que apetece lembrar quando se ouve a música eletrónica e viva de “Portal 2”. Mike Morasky conjuga momentos calmos, de concentração, com sons mais energéticos para quando… enfim… descobres que… THE CAKE IS LIE!




SECRET OF MANA

Hiroki Kikuta estreou-se como compositor em “Secret of Mana” e rapidamente partilhou com o mundo a sua capacidade. Para além de representar o jogo, a música consegue ser inspiradora e até bizarra.




JOURNEY

Austin Wintory usa e abusa dos instrumentos de corda para nos trazer algo melancólico mas inspirador. Dentro e fora do jogo, prepara-te para uma jornada pelas emoções.




GOD OF WAR

Bear McCreary não desaponta os fãs com uma banda sonora completamente épica que mistura vozes poderosas e uma vibe nórdica.




SHADOW OF THE COLOSSUS

Esta banda sonora não poderia faltar no nosso artigo! Tão épica quanto o jogo, Kow Otani compôs algo dificilmente esquecido depois de se ouvir a primeira vez.




NIER

Esta é uma das bandas sonoras mais amadas pelos fãs e não é difícil perceber porquê. Ela é uma mistura de sons do ocidente e do, à semelhança do que acontece no jogo. Contudo, ainda que o jogo não tenha cativado todos, a sua música já foi ouvida mesmo por aqueles que deixaram de lado o título.




THE LEGEND OF ZELDA: OCARINA OF TIME

Melancólica e nostálgica, a banda sonora de Koji Kondo é uma das mais marcantes que poderíamos ter nesta lista. Alegre, triste ou dramática, a música é um autêntica jornada.




SILENT HILL 3

Akira Yamaoka não é um estranho à saga mas é no seu terceiro capítulo que consegue uma das melhores bandas sonoras já produzidas.




THE ELDER SCROLLS III: MORROWIND

Prepara-te para a batalha ou aprecia um momento de calma com a música de Jeremy Soule.




THE WITCHER 3

Marcin Przybyłowicz e Mikołaj Stroiński trazem à vida o universo de “Wild Hunt” com temas mais calmos e relaxantes, e outros que te preparam para a batalha de uma vida.




RESIDENT EVIL

Calma e bizarra é a música eletrónica do primeiro “Resident Evil”, misturando sons facilmente compreendidos mas outros que são quase aleatórios transformando a atmosfera geral em algo que nem todos terão coragem para ouvir do início ao fim, especialmente no escuro.




QUAKE

Aproveitando que estamos a falar de negro e bizarro, se gostas de NIN então não podes passar ao lado desta banda sonora, composta por Trent Reznor. Se conheces o som da banda então as músicas rapidamente te soam familiares e, de uma forma estranha, até agradáveis, mas de um modo geral elas acompanham a atmosfera aterradora do seu jogo, filho legítimo de “Doom”.




THE LAST OF US

O regresso das personagens é celebrado de igual modo com o regresso da música de Gustavo Santaolalla que mistura elementos da solidão e da tristeza, com os de esperança.




DETROIT: BECOME HUMAN

É inegável que esta é uma das melhores bandas sonoras deste ano. Criada por Philip Sheppard, Nima Fakhrara, e John Paesano, a obra é na realidade composta por três bandas sonoras diferentes que representam cada uma das personagens principais do jogo. No final, o jogador acaba por três maravilhosas obras que pode e deve ouvir em qualquer altura. Poder, esperança, perda, confusão, todos estes temas são alguns dos temas que poderás ouvir.




METAL GEAR SOLID

Jogámos o jogo, agora ouvimos a sua banda sonora, composta por Kazuki Muraoka, Hiroyuki Togo, Takanari Ishiyama, Lee Jeon Myung, e Maki Kirioka. Desde um instrumental mais energético a música mais calma a lembrar a ópera, a banda sonora é tão emocional quanto o jogo.




UNRAVEL

Frida Johansson e Henrik Oja trazem-nos um som com influências nórdicas perfeitas para os espíritos mais aventureiros.




FAR CRY 5

A saga “Far Cry” sempre conseguiu boas bandas sonoras e delas destacamos a mais recente, de Dan Romer, capaz de misturar o eletrónico, o gospel e o country de forma perfeita. Um som diferente e que te levará sempre a Hope County, não interessa onde estejas.




SLEEPING DOGS

Se o pop é mais a tua onda então entra nesta banda sonora com batidas fortes, compostas e organizadas por Jeff Tymoschuk. Viaja até Hong Kong e enfrenta as triads.

Qual a tua banda sonora favorita?

Ângela Costa

Mestre em Cinema pela Universidade da Beira-Interior, sou apaixonada pelo cinema japonês e toda a cultura que o envolve. Adoro igualmente fotografia e se tiveres curiosidade passa no meu Instagram ;) Música e videojogos são dois outros grandes interesses.

Ângela Costa has 2366 posts and counting. See all posts by Ângela Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.