MWC 2016 | Novidades Samsung e novo Galaxy S7

 

 A Mobile World Congress está a decorrer ( 22 a 25 de fevereiro) em Barcelona e, sendo dos eventos mais aguardados que diz respeito às telecomunicações, já era de esperar grandes novidades não só nos smartphones, mas também nos tablets e wearables. 

Não percas: Razer Naga Epic Chroma, em Análise

Nos últimos dois anos, a Samsung conseguiu sempre ser a estrela da MWC ao anunciar, tanto os Galaxy S5 como o S6 em 2014 e 2015 respectivamente. Este ano não foi diferente e na conferência de abertura que decorreu durante o dia de ontem (21), foi anunciado o mais recente telemóvel da empresa. Além do anúncio do Galaxy S7, foi anunciado também o modelo Galaxy S7 Edge. Parte da apresentação foi feita em Realidade Virtual e com a presença de Mark Zuckerberg, criador do Facebook, ideal para coincidir com o anúncio do Gear 360, uma câmera com gravação a 360º.

Galaxy S7

Entre as principais novidades, está o facto de o modelo padrão, Galaxy S7, contar com um processador Snapdragon 820 octacore da Qualcomm, com quatro núcleos de 2.15 GHz e outros quatro de 1.6 GHz. A memória RAM é de 4 GB e o armazenamento interno de 32 ou 64 GB, que podem novamente – e para felicidade dos fãs da marca – ser aumentados com um cartão microSD. Outra novidade é o facto de ser resistência à água, certificado com uma submersão de 30 minutos até um metro e meio de profundidade.

O ecrã manteve-se igual ao seu antecessor, um Super AMOLED com 5.1 polegadas com uma resolução de 2560 x 1.440 pixels. A moldura de alumínio e o Gorilla Glass também continuam presentes. Já a bateria, é de 3.000 mAh, tem uma entrada micro USB e o carregamento sem-fios também é possível. O tempo de carregamento também surpreende, pois utilizando a tecnologia de carga rápida, o telefone atinge um carregamento de 100% em 90 minutos, tempo que sobe para 120 caso seja feito sem-fios.

galaxy s7

A máquina fotográfica foi outra das surpresas. Apesar de a câmera traseira ter passado dos 16 megapixels para os 12, o sensor tem agora uma abertura de f/1.7, um estabilizador ótico de imagem e tecnologia Dual Pixel, algo que até agora ainda não tinha sido utilizado num smartphone. De acordo com a marca, além das fotografias com maior qualidade, o tempo de focagem também é quatro vezes mais rápido em ambientes mais escuros, e duas vezes em locais com boa iluminação. Já a câmera frontal é de 5 megapixels, mas também com um sensor de f/1.7.

Lê Também:   WhatsApp deixa de funcionar em todos estes telemóveis já em março

No que diz respeito ao design, este está praticamente igual ao do seu antecessor, apenas divergindo no facto de agora as bordas do aparelho ser curvas – o que à primeira vista parece logo mais ergonómico – e a protuberância da câmera também diminuiu de tamanho.  Já relativamente ao software, o telefone vem equipado com o Android 6.0 Marshmallow. Por fim, vem equipado com a função Always-On, que mesmo com o ecrã apagado, exibe diversas informações, tais como a data, hora, calendário e notificações.

Galaxy S7 Edge

Em termos de características, não há nada de notável e que seja diferente em comparação com o Galaxy S7, no entanto existem algumas novidades. O ecrã passa de 5.1 polegadas para 5.5 – resolução de 2560 x 1440 pixels), a bateria é de 3600 mAh e atinge a carga de 100% em 100 minutos (150 se for wireless). No menu lateral, agora são suportadas duas colunas de aplicações, o que o torna mais personalizável do que o seu antecessor, o S6 Edge.

Gear 360

A grande surpresa da apresentação foi mesmo a presença de Mark Zuckerberg, que apesar de já se saber que estava em Barcelona, desconhecia-se que iria participar na MWC. No seu estilo informal ao qual já nos habituou, Zuckerberg entrou na apresentação quando os jornalistas presentes assistiam a uma demonstração de realidade virtual utilizando o Gear VR. Zuckerberg subiu ao palco para falar da parceria entre o Facebook e a Samsung, no contexto da realidade virtual, tendo realçado que mais de um milhão de horas de vídeo já foram vistas no Gear VR e o Facebook já tem capacidade para codificar os vídeos criados com esse aparelho, com quatro vezes melhor qualidade e com um tempo de carregamento quatro vezes mais rápido. Zuckerberg aproveitou a ocasião para reforçar o seu compromisso com a Oculus VR, empresa criadora do Oculus Rift e Gear VR, com o anúncio da criação de uma nova divisão com a única responsabilidade de produzir aplicações baseadas em realidade virtual. O objetivo de Zuckerberg é levar a realidade virtual além das atuais limitações, associada ainda apenas aos videojogos, e explorar todas as suas potencialidades.

Lê Também:   WhatsApp deixa de funcionar em todos estes telemóveis já em março

gear 360

Lê também: Smartwatches ultrapassam vendas de relógios tradicionais

A apresentação de Zuckerberg serviu como introdução ao anúncio da Gear 360, uma câmera que combina duas lentes de grande angular e que possibilita a captura de fotos e vídeos em 360 graus. A gravação poderá ser vista de forma imersiva em dispositivos de realidade virtual. O Gear 360 apresenta um design compacto e de fácil utilização, podendo ser colocado em qualquer superfície. As duas lentes que compõem esta câmera têm uma abertura de f/2.0 e um ângulo de visão de 195 graus. Esta característica permite que o software de edição deste formato de vídeo renderize a imagem final combinando essas duas imagens, resultando então num campo de visão de 360º.

A câmera foi desenvolvida para os modelo Galaxy selecionados mas para todos aqueles que não possuem um smartphone da Samsung, será possível aceder ao conteúdo capturado pela Gear 360 através de um software para PC’s que ainda está a ser desenvolvido.

Ambos os telemóveis têm o seu lançamento previsto para 11 de Março, e todos aqueles que os adquirirem entre 23 de fevereiro e 18 de março receberão de forma gratuita seis jogos para utilizar com o Gear VR. O Gear 360 será colocado à venda a partir do segundo trimestre deste ano.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *