Spectre poderá ser o filme com mais marcas da história do cinema

 

“Spectre” custou cerca de 350 milhões de euros e estreia na próxima semana. Espera-se que seja o 007 mais rentável de sempre e já existem muitas marcas à espera de retorno. As ações promocionais e o investimento das marcas no filme podem chegar aos 300 milhões de euros.

Uma parceria para um filme com Bond reflete-se quase de imediato nas vendas. Empresas como os relógios Omega, os barbeadores Gillette e a vodca Belvedere pagaram somas não divulgadas – mas que se estimam em dezenas de milhões de dólares – para estarem ligadas a “Spectre“. N.Peal, marca de vestuário que veste Daniel Craig num dos posters do filme, teve sucesso imediato. A camisola de gola alta que aparece na imagem esgotou em pouco tempo, apesar da peça custar cerca de 300 euros.

Lê também: 10 filmes a não perder até ao final de 2015 | Spectre

spectre

Esta eficácia leva algumas empresas a regressar a cada filme. É o caso do trio de marcas de origem britânica, Aston Martin, Jaguar e Land Rover. A Aston Martin aproveitou “Spectre” para revelar um novo modelo, o DB10, de que foram produzidos 10 exemplares de propósito para o filme. Sete terão sido destruídos durante as filmagens. No total, foram destruídos mais de 30 milhões de euros em carros de luxo.

Consulta ainda: Spectre pode não ser o último filme de Daniel Craig como 007

Embora as quantias não tenham sido divulgadas, estima-se que o marketing e as ações promocionais associadas ao último filme do 007 possam chegar aos 300 milhões de euros, valor próximo do custo de produção.

“Spectre” estreia a 5 de novembro.

 

 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *