Star Wars – A Saga | Blu-ray em Análise

Título original: STAR WARS – ESPECIAL – Saga em Blu-rayRealizador: George LucasAtores: Mark Hamill, Harrison Ford, Liam NeesonPris | FOX | 2.35:1 | 1977 – 2005 | DTS-HD 6.1

Classificação:

[starreviewmulti id=3 tpl=20 style=’oxygen_gif’ average_stars=’oxygen_gif’]

 

 

Esta fantástica coleção reúne todos os 6 Episódios, juntos pela primeira vez numa só edição de 9 discos, com cada filme no seu disco e em alta definição (1080p), um bit rate assinalável de perto de 30 Mbps, mas ao contrário do que seria esperado para uma edição em Blu-Ray o audio é DTS-ES Discrete 6.1 utilizados nos DVD´s, várias edições estrangeiras incluíndo a original nos EUA foram editadas com som DTS-HD Master Audio 6.1 o que faz uma diferença assinalável para melhor, e é uma característica técnica apreciada pelos utilizadores que possuem um sistema de Home Cinema completo. Inclui ainda cerca de 40 horas de extras, designadamente novos conteúdos criados exclusivamente para esta edição, distribuídos por 3 discos adicionais.
Sinta a Força do Blu-ray!
 
A EDIÇÃO EM BLU-RAY

Uma completa nova experiência.

A descida do jovem Anakin Skywalker para o lado negro, à medida que se transforma de jovem escravo em aprendiz de Jedi, até se tornar no diabólico Darth Vader! Naves, backgrounds, palácios do outro e deste mundo, desertos e outras paisagens exóticas, hangares gigantescos, trajes e seres de outros mundos, com todo o detalhe e cor com que foram criados e planeados serem vistos. Esta é a melhor edição de todos os tempos da saga. Esta passou a ser uma das referências da, já não tão curta, história do Blu-ray.

 

VIDEO
Nos filmes da trilogia mais recente a resolução recuperada pelo Blu-ray permite um detalhe impressionante e sobretudo uma noção de profundidade que parece tornar o campo de acção ainda maior, seja qual for o plano. A visão sobre as cidades ou a cobertura da corrida em Phantom Menace, são algo de luxuriante para a vista, em face da noção de tridimensionalidade conquistada por esta edição, embora ainda em 2D. O detalhe e tons da pele de Natalie Portman ou da barba de Liam Neeson são magníficos exemplos do detalhe e excelente equilíbrio cromático, conferindo um grau de realismo quase comovente.

Mas o que é ainda mais espantoso é o resultado conseguido com a trilogia mais antiga. Nunca se havia visto Star Wars com uma imagem de tal qualidade, recorte e definição. Um resultado verdadeiramente assombroso! Como é sabido, esta trilogia foi produzida já em plena era digital, tendo inclusive, o segundo filme “O Ataque dos Clones” sido a primeira longa-metragem totalmente filmada em digital, confirmando, deste modo, George Lucas como um dos cineastas mais vanguardistas de sempre.

O bit rate é elevado, entre 23 e 35, e em média centrado nos 29 Mbps pois só assim é possível a qualidade excepcional de imagem vídeo.

 

AUDIO

Ainda em relação à nova trilogia, a utilização dos canais de surround, designadamente os traseiros, é ainda hoje, em SW, algo à parte de praticamente tudo o que tem sido produzido nesta matéria. De notar que estamos perante uma das poucas bandas sonora 6.1 …

Mas não resisto a destacar ainda, para além do merecidamente reconhecido mestre John Williams, autor desta sinfonia em seis andamentos a cargo da Orquestra Sinfónica de Londres, um dos maiores magos da história do cinema, mais concretamente, o engenheiro de som por trás de muitas das melhores bandas sonoras de todos os tempos, como Eduardo Mãos de Tesoura, entre muitas outras. Refiro-me a Shawn Murphy um nome perdido no meio dos milhares citados nos créditos finais, mas sempre presente quando a excelência é requerida. É algo que se pressente e que me leva muitas vezes a ir procurar no genérico. Frequentemente acerto e lá está ele. O DTS6.1 da pista inglesa, deixa fluir toda e grandeza contida na mítica e majestosa banda sonora de John Williams, mais dinâmica, mas também mais limpa de todas as arestas ou asperezas da versão original.

 

 Já na trilogia mais antiga, a qualidade sonora, apesar da remasterização, ressente-se um pouco, nomeadamente no primeiro filme “A New Hope”, menos dinâmico e e com uma amplitude de cena mais estreita.

 

EXTRAS
– Comentário Áudio em Cada Filme com George Lucas e a Equipa Técnica
– Comentário Áudio Inédito em Cada Filme com Entrevistas de Arquivo com Actores e Técnicos
Só pelo simples comentário de George Lucas que acompanha todos os filmes desde a entrada da mítica Intro em pseudo 3D até ao final dos créditos, vale a pena possuir esta edição. Mas há muito mais: Ben Burtt, boa parte do cast, bem como a coleção final de documentários nos 3 discos adicionais (ver adiante). A única coisa que se poderia pedir mais, seria a legendagem destes documentários áudio (mas felizmente o Inglês é de fácil acompanhamento e o documentário está muito bem gravado, num tom descontraído e bastante percetível). De saudar ainda a funcionalidade de retomar o filme onde se deixou anteriormente.
 
CONCLUSÃO
Todos os factores descritos são um permanente e, sublinho, um permanente convite curtir e fruir esta obra prima. Como se mais argumentos não houvesse e há muitos, do ponto de visto estético e técnico, esta edição Blu-ray, especialmente a trilogia mais recente (episódios IV a VI), estão ao nível ou mesmo à frente de Avatar, fazendo mesmo esquecer completamente qualquer virtual benefício da adição do 3D. Um trabalho admirável, que apetece ter e rever vezes sem conta.

OS FILMES  (6x discos)

As edições agora lançadas são as Edições Especiais Remasterizadas, produzidas numa segunda fase, por altura da Estreia de “Phantom Menace”

 

Episódio 1 – “A Guerra das Estrelas”

Duma galáxia longínqua, chega a surpresa, o inicio da saga… Luke Skywalker e a Princesa Leia, ajudados por um inesquecível grupo de corajosas personagens, lideram a Rebelião para devolver o equilíbrio à Força! À terceira longa-metragem, George Lucas cria este marco absoluto na história do Cinema. A herança desta obra perdura até aos nossos dias, pois redefiniu por completo o processo narrativo e a abordagem à ficção-científica, elevando-a ao estatuto de fenómeno à escala planetária. Se, quando comparado com as películas seguintes, este é, notoriamente, um filme mais ingénuo, não deixou, por outro lado, de constituir uma lufada de ar fresco num género à data, decadente.
Ao aglomerar temas, até aí tão díspares, como o Western ou os contos-de-fadas, Lucas lançou os alicerces do gigantesco universo “Star Wars”, que hoje em dia se estende dos filmes de animação ao merchandising, passando pelos jogos de computador. Dado o volume significativo de informação contida em cada disco, os extras, neste como nos restantes filmes, resumem-se às fabulosas pistas áudio comentadas por George Lucas e equipa técnica e ao comentário áudio inédito com entrevistas aos atores e técnicos.
LC/RR
F-5/5
V-4/3
A-3/3
E-4/4
G-4/4

 

Episódio 2 – “O Império Contra-ataca”
Para Lucas, uma história curta, para muitos, o melhor melhor episódio…
Após o enorme sucesso do primeiro filme, George Lucas confia a direcção da sequela a Irvin Kershner, um veterano de Hollywood, dedicando-se, em exclusivo, à produção. Assistimos aqui a um refinamento da experiência original, aliado ao que talvez seja o melhor argumento de toda a saga, uma vez mais assinado por Lawrence Kasdan.
Tudo é perfeito em “O Império Contra-ataca” e, acima de tudo, a magnífica a atmosfera de todo o filme. Das vastidões geladas de Hoth aos pântanos de Dagobah, tudo flui magicamente perante os olhos do espectador. Os personagens ganham dimensão, aumentando também a química entre si. A história assume proporções verdadeiramente épicas. Magistral.
Quanto à nova edição em Blu-ray, no capítulo do áudio, há uma enorme melhoria em relação ao filme anterior, com uma potente pista DTS-HD 6.1 de graves encorpados, plena de detalhe e definição, a exibir um surround envolvente e equilibrado. O vídeo é, também, excelente, apresentando níveis de negro profundos, um contraste e recorte magníficos e uma excecional palete de cores. Um autêntico regalo para os sentidos.
LC/RR
F-5+/5
V-5/4
A-5/4
E-5/5
G-5+/5

 

Episódio 3 – “O Regresso de Jedi”

A inesquecível perseguição de motas voadoras…Chegado ao terceiro capítulo (na verdade, o sexto!), Lucas recruta Richard Marquand, que já havia dirigido um interessante documentário sobre os Beatles, para assumir a realização. Não tanto por culpa deste, mas sim por um argumento algo desinspirado, “O Regresso de Jedi” é o momento menos alto da trilogia inicial, não querendo isto dizer, no entanto, que seja um mau filme. Não é apenas, tão bom quanto podia ser.
A cena da vertiginosa perseguição de motas voadoras em Endor é absolutamente fantástica e, seguramente, uma das mais memoráveis de toda a saga. Há, no entanto, uma excessiva presença de criaturas made in Jim Henson, que lhe conferem um ambiente demasiado “Muppet Show”, em relação ao universo desenhado ao longo dos dois primeiros capítulos. Isto é sintomático, nomeadamente na sequência final que deveria encerrar a saga de modo épico e se queda por ser apenas um misto entre a Rua Sésamo e os banquetes de Astérix.Em termos técnicos, a mesma qualidade do episódio 2.LC/RR
F-4/5
V-5/4
A-5/4
E-5/5
G-5/5

 

EPISODIO 4 – “A AMEAÇA FANTASMA”

O mais empolgante e divertido. A revelação de novos personagens, desde Liam Neeson, um grande Jedi, a Ewan McGregor como Obi Wan Kenobi, a bela e ainda jovem Padmé (Natalie Portman), Ian McDiarmid como o inesquecível senador Palpatine ou ainda o polémico e inconcebível Jar Jar. Mas igualmente a deslumbrante coleção de cenários, cidades galácticas e palcos de guerra inacreditáveis abrindo novos caminhos ao melhor CGI concebido e produzido pelo universo de Lucas. Tecnicamente o melhor dos 6 episódios – luxuriante á vista, empolgante aos ouvidos. Arrebatador em todos os sentidos.
LC/RR
Filme 4/5
Áudio 5/5+
Video 5/5+
Extras 5/5
Geral 5/5+

Episódio 5 – ATAQUE DOS CLONES 

O mais romântico e deslumbrante. Christopher Lee é majestoso. A sequência e criação do coliseu das execuções é sublime. Natalie Portman mostrava que o lugar dela era entre as estrelas, por mais pequena que fosse a galáxia ou por maior que fosse o lado negro da Força ou do Cisne, no episódio com mais romance de toda a saga. Muito equilibrado mesmo assim e com uma das melhores sequências bélicas de toda a saga, um final absolutamente épico.
LC/RR
Filme 5+/5
Áudio 5+/5
Video 5+5+
Extras 5/5
Geral 5+/5

Episódio 6 – A VINGANÇA DOS SITH 

O mais dramático e intenso, com o lado negro da força a emergir, culminando no juramento e baptismo do super herói mais negro do cinema – Darth Vader. Ao contrário do terceiro e último da primeira trilogia, este derradeiro episódio é dos mais ricos em todos os aspectos. A sequência do extermínio simultâneo dos Jedis das várias raças, é arrepiante de emoção e realismo, e apenas mais uma das muitas que ao longo de toda a saga nos foi amarrando a um universo, como se se tratasse de algo real. 
Tecnicamente perfeito, com a singularidade de possuir alguns dos graves mais profundos da história do cinema. Um único defeito, o de ter encerrado a Saga.
LC/RR
Filme 5/5
Áudio 5+/5+
Video 5+/5+
Extras 5/5
Geral 5/5

 

OS EXTRAS (3x discos)

 

Como se a excelência da presente edição, quer em termos de vídeo, quer de áudio, não fosse suficiente, o pack Blu-ray de “Guerra das Estrelas” inclui nada menos que três discos repletos de extras que irão fazer as delícias de qualquer fã que se preze.

Mas, para além dos conteúdos, a ordenação dos discos de extras está feita de uma forma assaz interessante e curiosa. Assim, há, para cada episódio, uma vastíssima galeria de arquivos organizada pelos principais planetas, ou na ausência destes, pelas cenas mais importantes de cada filme. No primeiro disco temos Naboo, Tatooine e Coruscant que incluem uma extensíssima base de dados com entrevistas, cenas eliminadas, galerias de imagens de adereços, personagens e modelos, arte conceptual, etc. O segundo episódio inclui Naboo, Tatooine, Coruscant e Geonosis. O terceiro Coruscant, Utapau, Mustafar e Kashyyyk. O quarto Tatooine, Estrela da Morte, a batalha de Yavin e uma visita ao museu do rancho Skywalker, que irá fazer salivar os fãs mais indefectíveis. O quinto episódio inclui Hoth, Dagobah, a cidade das nuvens e a perseguição no espaço. O sexto e último inclui Tatooine, Endor e a batalha na segunda Estrela da Morte.

Eis, pois, o resumo dos discos de extras:

 

 

 

Disco de Bónus 1 & 2
Novo Material inédito de Arquivo de Star Wars Inclui:
• 45 Cenas Eliminadas/Aumentadas
• Entrevistas com Actores e Técnicos
• Galeria de Adereços, Maquetas e Guarda-Roupa
• Pinturas Matte e Arte Conceptual

 

Disco de Bónus 3
Documentários e Pequenos Filmes:
• Making Of Star Wars 1977
• O Império Contra-Ataca: SPFX, 1980
• Criaturas Clássicas: O Regresso de Jedi, 1983
• Anatomia de um Dewback, 1997
• Star Warriors, 2007
• Star Wars Tech, 2007
• Uma Conversa com os Mestres: O Império Contra-Ataca 30 Anos Depois, 2010
• Mais de 90 Minutos de Cenas Perdidas de Star Wars
• Spoofs: hora e meia, inédita em vídeo, de completo gozo ao universo “Star Wars”, que inclui desde Kevin Spacey a imitar os testes de representação de Christopher Walken para o papel de Han Solo, até episódios dos Simpsons, ou curtas de paródia à saga. Um must absoluto!

LC e RR

May The Force (to buy this blu-ray) Be With You

 

 

 

Lê Também:
Disney+ | Catálogo completo de Portugal

Rui Ribeiro

Engenheiro, publisher, melómano e audiófilo, daqueles que ainda vão ao cinema, compram vinil, cd's, blu-rays, a Empire e a Stereophile em papel.