Tom Cruise não está Esquecido

 

Após algumas desilusões de box-office dos últimos tempos, Tom Cruise está de regresso à ficção científica num filme vencedor realizado por Joseph Kosinski.

Esquecido” (“Oblivion“) estreou este fim-de-semana nos EUA e Canadá e conseguiu arrecadar uns respeitáveis 38,2 milhões de dólares destronando o primeiro lugar da tabela, o filme “42”. Este valor vem juntar-se aos 112 milhões de dólares de facturação em todo o mundo, derivado à estreia prévia de “Esquecido” em 52 mercados internacionais. A liderar estas as receitas está a Rússia, onde o filme alcançou 8,6 milhões de dólares no primeiro fim-de-semana. A Universal Pictures estima ainda que neste momento a receita total tenha ascendido aos 150 milhões de dólares.

Todos estes números devem ser encarados como uma vitória, especialmente se considerarmos que o filme não beneficiou de receitas do 3D ou sequer faz parte de um franchise. A película é já considerada nos EUA a melhor estreia nacional de Tom Cruise desde a saga da “Missão Impossível” e do filme de 2005 “Guerra dos Mundos”. Nikki Rocco, presidente da Universal Pictures, atribui como principais razões para o sucesso de “Esquecido” a sua história forte e original e a bem-sucedida campanha de marketing. Rocco não esquece ainda o papel determinante de Cruise neste fenómeno: “O Tom é uma estrela global. É carismático e um excelente actor, e as pessoas reconhecem isso”.

Em Portugal, “Esquecido” foi o filme mais visto no fim-de-semana de estreia (11 de abril), entrando directamente para o primeiro lugar do top nacional (podes ler aqui a análise MHD).

Com o sucesso global de “Esquecido” Tom Cruise provou aos mais cépticos que ainda está em forma.

oblivion22

Catarina Porfírio

Licenciada em Ciências da Comunicação | Apaixonada por séries, devoradora de livros e de grande parte de cultura pop. Tem a escrita como terapia e um ódiozinho de estimação a quem dá calinadas no Português. De vez em quando pode ser encontrada no Twitter @Cuquinha89