António Zambujo e Miguel Araújo nos Coliseus

 

António Zambujo e Miguel Araújo são os dois artistas do momento do panorama musical português. Atuam nos Coliseus, em fevereiro de 2016.

Sozinhos esgotaram os Coliseus, juntos não seria diferente. A sua cumplicidade tem sido refletida dentro e fora do palco, e com todas as colaborações que têm feito ao longo das suas carreiras.

Em fevereiro, os Coliseus do Porto e de Lisboa são os palcos de dois concertos únicos em que, apenas com voz e guitarra, os dois artistas vão partilhar com o público canções do seu trabalho, algumas das quais compostas e escritas em conjunto, intercaladas com momentos de conversa.

Para os fãs dos dois artistas, avizinham-se duas noites irrepetíveis e que prometem ficar na memória de todos os que a elas assistirem.

 

“São lendárias as noitadas de cantigas que estes dois indivíduos levam a cabo entre compinchas. Que eles agora queiram partilhar a farra com milhares de convivas e fazer de uma sala venerável e respeitável como o Coliseu um acolhedor tasco, é a definição perfeita do que deve ser serviço público. Bem haja, Ujos (Ara e Zamb).” – Nuno Markl.

 

“Há artistas, como Miguel Araújo e António Zambujo, que me deixam surpreendido por reunirem um conjunto de qualidades que, uma a uma, são tão raras. Aquilo que vai acontecer nos Coliseus de Lisboa e do Porto é o encontro destes dois artistas num palco, levando tudo o que os torna únicos na música portuguesa contemporânea. Acredito que esses espetáculos serão recordados por muito tempo. Nesse futuro, com vaidade, alguns vão poder dizer: estive lá.” – José Luis Peixoto.

 

Beatriz Barroca

Amante das artes em geral, e do cinema, música, teatro, televisão e literatura em particular.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *