Daniel Radcliffe é um cadáver flatulento em Swiss Army Man

Swiss Army Man foi um dos filmes que mais deu que falar no festival de Sundance, que decorreu no início deste ano. A razão do alarido? Flatulência… E Daniel Radicliffe como ‘morto’.

A longa-metragem foi descrita pelos espetadores como o filme “em que Paul Dano monta num Daniel Radcliffe morto através do oceano usando nada mais do que a energia da flatulência do cadáver”. Nenhum outro filme gerou críticas tão opostas como Swiss Army Man.

No primeiro trailer do filme, realizado por Daniel Kwan and Daniel Scheinert, conseguimos ver a loucura e as razões para a controvérsia que causou no festival. Eric Kohn, do Indiewire, caracterizou Swiss Army Man como “uma mistura de O Náufrago com Fim de semana com o Morto“.

Lê também: Filmes de Super-heróis, para maiores de 18 anos

A longa-metragem conta a história de Hank (Paul Dano), um náufrago desesperado que se prepara para cometer suicídio numa ilha deserta quando avista um corpo, chamado Manny (Daniel Radcliffe), que deu à costa. Os dois tornam-se muito amigos e juntos partem numa aventura épica que traz Hank para a mulher dos seus sonhos. Entretanto, o cadáver passa a ser usado por Hank como uma espécie de canivete suíço – daí a designação do título – em várias situações de sobrevivência.

Lê Também:
Kirsten Dunst substitui Elizabeth Moss em novo filme

Apesar do enredo curioso, o filme não é uma comédia, mas um drama, que traz discussões sobre temas como isolamento e o significado da vida.

Trailer | Swiss Army Man

Swiss Army Man tem estreia prevista para 17 de junho nos EUA.


 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *