David Harbour fala sobre a classificação do remake de Hellboy

A estrela de Stranger Things, David Harbour, que interpretará Hellboy, explicou o porquê de este remake se tratar de um filme para adultos.

Embora ainda pouco se saiba do rebbot de Hellboy, intitulado Hellboy: Rise of the Blood Queen, sabe-se que o filme almeja fazer sucesso com um público mais maduro. Ao contrário das adaptações de Gillermo del Toro, nas quais a brutalidade foi suavizada, de forma a tornar os filmes mais acessíveis e flexíveis relativamente ao público alvo, este reboot não poupará nas temáticas do horror e na violência, conforme confirmou o protagonista David Harbour.

“A classificação etária para adultos não é por motivos de nudez. A classificação justifica-se pelo gore, pelo horror e pelos aspectos mais maduros do filme, das temáticas mais maduras. Estamos a lidar com assuntos complicados.”

Hellboy, Hellboy: Rise of the Blood Queen, DC Comics, David Harbour, Guillermo Del Toro

Lê ainda: Taboo confirma regresso para segunda temporada

Na banda desenhada, Hellboy e os seus companheiros do Departamento de Investigação e Defesa Paranormal combatem algumas das piores criaturas que conseguimos imaginar. Nas suas adaptações, Del Toro conseguiu suavizar essa brutalidade. Com o próximo filme a ser dirigido a um público mais adulto, os espectadores podem esperar um mundo de horror visceral, no qual Hellboy opera com a sua equipa.

É também positivo saber que este filme não incluirá cenas gráficas e explícitas injustificadas. E, embora este filme não esteja relacionado com os anteriores, a influência de El Toro é notável. Um dos aspectos mais bem conseguidos da caracterização do personagem, interpretado por Ron Perlman, eternamente dividido entre a sua escolha de ser um protector da humanidade e o elemento chave para o desencadear do apocalipse. É portanto um aspecto com o qual os fãs já estarão familiarizados nesta nova adaptação.

Para alguns fãs, as versões de El Toro tinham em falta o que a banda-desenhada tinha em abundância: o horror. Nos livros, Hellboy e a sua equipa combatem monstros canibais e outros horrores inexplicáveis do Submundo, adicionando uma quantidade surpreendente de sangue e violência, algo que os dois filmes anteriores tinham em falta.

Se Hellboy: Rise of the Blood Queen for tão espectacular como promete, este reboot poderá fazer por Hellboy o que Logan fez por Wolverine.

E também: AMC Portugal promete abalar o mundo seriólico em 2017

 

 

Alexandra Brito

Estudante de Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto. Seriéfila compulsiva nos tempos livres, com predilecção por tudo o que envolva fantasia e/ou o sobrenatural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *