© Devolver Digital

Devolver Direct | O resumo do evento da Devolver Digital

Se os fãs das conferências da Devolver Digital esperavam algo dentro do habitual, a Devolver Direct de 2020 não desiludiu!

Há bastantes jogos de estúdios independentes a serem publicados pela equipa única da Devolver Digital, com lançamento entre este e o próximo ano.

O evento digital da publicadora norte-americana continuou com a sua marca de apresentações bizarras e cómicas, cheias de sátira e críticas à indústria dos videojogos.

Lê Também:
Xbox Series X | O que podemos esperar do futuro?

O evento contou com os convidados Shuhei Yoshida, antigo presidente da Sony e actual chefe da PlayStation Indies, Phil Spencer, chefe da divisão gaming da Microsoft, e entre algumas presenças de seres estranhos, o criador dos The Game Awards e do Summer Game Fest, Geoff Keighley, teve uma pequena participação na paródia da Devolver Digital.

1 de 7

TRAILER | EVITA O APOCALIPSE EM “SHADOW WARRIOR 3”

Shadow Warrior 3” leva a série FPS ao próximo nível com jogabilidade rápida, luta corpo-a-corpo afiada e um sistema de movimento livre espectacular.

O caído shogun, Lo Wang, e o seu anterior empregador Orochi Zilla, embarcam numa missão improvável para recapturar um dragão antigo que libertaram sem querer da sua prisão eterna. Armado com uma mistura de lâminas e balas, Lo Wang tem que viajar por lugares desconhecidos do mundo para localizar o monstro e adiar o apocalipse. Tudo o que precisa é de uma máscara de um deus morto, um ovo de dragão, um toque de magia e poder de fogo suficiente.

O jogo foi, para já, apenas anunciado para o PC (Steam), e está previsto chegar em 2021.
1 de 7

Catarina Ferreira

Sempre tive desejo inato de expressar a minha criatividade, tendo envergado pelas artes nos estudos e nos tempos livres, como pintura, desenho, fotografia ou arte digital. Os videojogos também me acompanharam desde cedo. Halo foi o que me trouxe à Xbox, onde acabei por criar os Xbox PT Dummies. Não sou fã de guerras de consolas e acredito que todos têm o dever de ser felizes onde entenderem. Podem ver as minhas opiniões (não) populares no Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *