Festival de Veneza | Emma Stone e Nuno Lopes entre os vencedores

Já são conhecidos os vencedores da edição deste ano do Festival de Veneza. La La Land assume-se como um dos grandes candidatos aos Óscares depois da vitória de Emma Stone. The Woman Who Left e Nocturnal Animals também saíram vitoriosos.

O filme “The Woman Who Left” foi a grande surpresa da mostra cinematográfica. Depois das críticas favoráveis, era de esperar que o prémio máximo do Festival fosse arrecadado por “La La Land” ou por “Nocturnal Animals”. No entanto, foi o drama do realizador filipino Lav Diaz que venceu o Leão de Ouro. A longa-metragem conta a história de uma professor que cumpriu 30 anos de prisão por um crime que não cometeu.

Lê também: Depois de Leonardo DiCaprio, é hora de uma previsão aos Óscares 2017

Nocturnal Animals
“Nocturnal Animals”, de Tom Ford

Embora não tenha vencido o principal prémio, o drama de Tom Ford conquistou o Grande Prémio do Júri do Festival Internacional de Cinema de Veneza. “Nocturnal Animals”, adaptação do livro “Tony & Susan” de Austin Wright, conta com Amy Adams, Jake Gyllenhaal, Isla Fisher, Armie Hammer e Aaron Taylor-Johnson nos principais papéis.

O Leão de Prata de Melhor Realização foi atribuído ao cineasta mexicano Amat Escalante por “El Región Selvaje” e ao realizador russo Andrei Konchalovsky, já antes distinguido no evento, por “Paradise”.

Consulta ainda: Cinema português em destaque no Festival de Toronto

veneza
Nuno Lopes

Relativamente à interpretação, Emma Stone venceu na categoria feminina pelo desempenho em “La La Land”, a comédia musical, escrita e realizada por Damien Chazelle, mais esperada do ano. Depois desta vitória, a atriz norte-americana assume-se como uma das fortes candidatas ao Óscar. No lado masculino, foi o argentino Oscar Martínez, em “El Ciudadano Ilustre”, filme de Maria Eugenia Sueiro, que venceu.

Lê Também:
NOS Studios comemora o 2º aniversário

Também o ator português Nuno Lopes foi distinguido pela sua interpretação na longa-metragem “São Jorge”, do realizador nacional Marco Martins. O júri da secção “Orizzonti” (Horizontes) do Festival de Veneza atribuí ao artista luso o Prémio Especial de Melhor Ator.

O filme, que chega às salas a 3 de novembro, apresenta o impacto que a austeridade teve em dois bairros lisboetas, o da Belavista e o da Jamaica. Na produção, Nuno Lopes é Jorge, um boxeur desempregado que, para cuidar do filho e da mulher, decide aceitar trabalho noturno numa empresa de cobranças difíceis.

Vê mais: 33 livros para ler antes das adaptações ao cinema

veneza
Natalie Portman é Jacqueline Kennedy em “Jackie” de Pablo Larrain

Consulta ainda: Calendário | Festivais de Cinema 2016

O Festival de Veneza foi o palco de estreia de muitos dos filmes mais aguardados do ano, entre eles, os já mencionados “La La Land”e “Nocturnal Animals” bem como, “Arrival“, “Jackie“, “Voyage of Time“, “Hacksaw Ridge” e “The Magnificent Seven“. Também nesta edição, o ator francês Jean-Paul Belmondo e o realizador polaco Jerzy Skolimowski (“11 minutos“) foram distinguidos com o Leão de Ouro de Carreira.

Lê Também:
Canais FOX | Os destaques de Julho

 

Lista dos vencedores da 73ª edição do Festival Internacional de Veneza

 

Seleção Oficial

  • Leão de Ouro: “The Woman Who Left” de Lav Diaz
  • Grande Prémio do Júri: “Nocturnal Animals” de Tom Ford
  • Leão de Prata para Melhor Realizador: Amat Escalante por “El Región Selvaje”  |  Andrei Konchalovsky por “Paradiese”
  • Melhor Ator: Oscar Martínez por “The Distinguished Citizen”
  • Melhor Atriz: Emma Stone por “La La Land”
  • Melhor Argumento: Noah Oppenheim por “Jackie”
  • Prémio Especial do Júri: “The Bad Batch” de Ana Lily Amirpour
  • Prémio Marcello Mastroianni por Melhor Jovem Ator: Paula Beer por “Frantz”

 

Secção Orizzonti (Horizontes)

  • Melhor Filme: “Release Me” de Federica Di Giacomo
  • Melhor Realizador: “Home” de Fien Troch
  • Prémio Especial do Júri: “Big Big World” de Reha Erdem
  • Melhor Atriz: Ruth Díaz por “The Fury of a Patient Man”
  • Melhor Ator: Nuno Lopes por “Saint George”
  • Melhor Argumento: “Bitter Money” de Wang Bing
  • Melhor Curta-Metragem: “La Voz Perdida” de Marcello Martinessi

 

A 73ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza decorreu entre 31 de agosto e 10 de setembro.


 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *