5 Filmes da Disney que Preferimos Esquecer que Existem | 2. Inspector Gadget 2

Se o primeiro filme foi mau, o segundo também não foi melhor. Alguém devia de ter avisado a Disney que seria melhor ficar apenas com a série de animação de Inspector Gadget, é muito melhor que os filmes.


<< 3. OS ROBINSON | 1. TEEN BEACH MOVIE >>


Em 1999, a Disney produziu o primeiro título de Inspetor Gadget, levemente inspirado na série de animação homónima de 1983. Todavia, mesmo com Matthew Broderick no papel principal, o resultado não foi o melhor. Muito pelo contrário. As críticas foram extremamente negativas apelidando o filme como a pior adaptação feita pela Disney.

Lê Também:
Os próximos filmes live-action da Disney

Seria de esperar que o estúdio não voltasse a mexer neste universo. Mas, surpresa, surpresa. Quatro anos depois, em 2003, chega Inspetor Gadget 2 lançado exclusivamente em VHS. Na sequela, o Inspector Gadget é colocado à prova quando o seu eterno rival, Claw, foge da prisão e prepara “O Crime do Século” e o Mayor apresenta um novo agente – G2, uma agente-robot equipada com a mais alta tecnologia. O protagonista e G2 tentam salvar o mundo do malévolo Claw com a ajuda dos seus amigos, Brain, Penny e do ultra-equipado Gadgetmóvel.

Inspector Gadget

Ao contrário do primeiro filme, a sequela é mais parecida com a série animada. O Inspetor Gadget e o Dr. Claw nunca são referidos como John Brown e Sanford Scolex, os seus nomes civis do primeiro título, embora o comunicador de Claw esteja claramente etiquetado como “Scolex Industries”.

Contudo, as críticas continuaram a ser negativas. A sequela peca com um argumento pobre, que mesmo sendo dirigida para as crianças não é interessante o suficiente. O ritmo do filme é muito rápido, mas falta energia necessária para entreter e captar a atenção. Desta forma, a longa-metragem parece demasiada apressada para chegar ao final.

Lê Também:
54 factos sobre a Disney que talvez desconheças! (Parte 1)

Além disso, o argumento é incapaz de tornar as personagens complexas e relacionáveis o suficiente. Stewart traz um novo inspetor, mais arrogante, atormentado e insensível. É uma personagem difícil de se identificar. Apenas Dr. Claw é mais perto da personagem da série original. Porém, o herói e o vilão partilham muito pouco tempo em cena, logo não há química entre as personagens.

No entanto, parece que a Disney ainda não arrumou de vez o universo de Inspetor Gadget. Resta apenas esperar que a nova longa-metragem seja melhor que as anteriores.


<< 3. OS ROBINSON | 1. TEEN BEACH MOVIE >>


Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Catarina Fernandes has 1078 posts and counting. See all posts by Catarina Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *