Fora de Série | Daredevil T1E02

FORA DE SÉRIE: EPISÓDIO 57

Daredevil 1×02: “Cut Man”

Este segundo episódio de “Daredevil” dá-se logo após o final do episódio anterior. Após ouvir o rapto de uma criança e ter-se dirigido para o local, vemos que este se encontra agora caído num contentor, num beco da cidade. Ferido, Murdock é ajudado por Claire Temple (a primeira aparição de Rosario Dawson, na série).

A relação dos dois evolui ao longo de todo o episódio. No início, o nervosismo domina Claire, que tem um homem mascarado a esvair-se em sangue na sua sala de estar. As interacções dos dois são fantásticas, a química é notável e os momentos em que vemos Matt a utilizar os seus sentidos extraordinários são de deixar cair o queixo. (A sério, tive mesmo de me baixar e levantá-lo do chão, já tinha a boca seca).

Daredevil

As reacções de Claire, nesses momentos, são iguais às do espectador, o que torna a imersão muito maior. Tudo isto se desenvolve até ao momento em que, apesar das ambiguidades e de Matt dizer ser um assassino sem compaixão, Claire vê que ele não é mau.

Lê Também:
Extremamente Perverso, Escandalosamente Cruel e Vil | Passatempo MHD

Os flashbacks que nos contam o passado do protagonista também foram particularmente fortes, contando o que levou à morte do pai de Matt. São cenas bem conseguidas e uma perspectiva diferente do Battlin’ Jack, tornando-o uma figura mais generosa e protectora.

O outro arco do episódio, por sua vez, foi bem menos interessante, com Foggy e Karen a fazerem um “Rally das Tascas”. Embora tenha sido divertido e tenha aliviado da tensão das restantes cenas, pareceu desnecessário. Esperemos que estes dois tenham algo para fazer nos próximos episódios.

O que faz deste episódio um dos grandes é os seus cinco minutos finais. Num plano de sequência, vemos um Daredevil ferido a lutar, num corredor, com o grupo que raptou a criança. Vemos portas a rebentarem, pessoas a saírem e a voltarem a entrar no plano, um microondas a voar (!), e muito mais. Cada murro e cada pontapé é exaustivo e de tirar o fôlego, a nós e aos intervenientes. O próprio Murdock vai enfraquecendo, ao longo da luta, dada a sua condição. Uma cena absolutamente brilhante para ser vista vezes sem conta.

Lê Também:
John Wick 3: Implacável | Passatempo MHD

REFERÊNCIAS AO MCU (Marvel Cinematic Universe): Jack Murdock, pai de Matt, luta com Carl Creel, também conhecido como The Absorbing Man. Creel apareceu inclusivamente em Agents of SHIELD, no primeiro episódio da 2ª Temporada.

In APS Portugal

APS Portugal

Organização sem fins lucrativos, com sede única no facebook (https://www.facebook.com/APS.Portugal) e intitulada de grupo de Administradores das Páginas de Séries (Portugal). Mais de 60 páginas sobre as séries mais mediáticas da actualidade. Um espaço com todas as novidades das séries favoritas dos portugueses e em português.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *