Game of Thrones Temporada 5 | Primeiras Impressões

SPOILER ALERT !

Game of Thrones está de volta para recuperar das perdas da temporada anterior.

A morte do homem mais influente de Westeros foi um grande abalo para a família e uma oportunidade para os seus inimigos. Cersei tem noção que o lugar de Tommen no trono nunca esteve mais vulnerável do que agora, na altura em que está se começa a lembrar-se daquilo que a Lady Frog, uma vidente que vivia perto de Casterly Rock, lhe dissera em miúda. “Um dia, uma rainha mais bela que tu virá para por fim ao teu reinado.” Com a influência que Margaery está a ganhar perto do novo e inocente rei, ela vê-a como a sua principal ameaça. Mas como nos sabemos, a verdadeira ameaça pode nem estar em Westeros.

Na Muralha, Jon luta para manter Mance Raider vivo, vendo nele a hipótese de unirem os selvagens aos irmãos da Nights Watch e às tropas de Stannis, na luta contra os White Walkers. Mas a teimosia de Mance não aponta para um futuro promissor, e resta saber se Jon vai conseguir unir todas estás forças na grande guerra que se avizinha.

Lê Também:
Last Christmas | Passatempo MHD

game-of-thrones

Lê também: Game of Thrones | Recapitular a quarta temporada em 2 minutos

Quem também está a espera de se decidir sobre qual o seu papel na guerra pelo Trono de Ferro, é Tyrion, que ao perder tudo não vê motivos para continuar a preocupar-se com Westeros e as suas pessoas. Mais uma vez vimos a dinâmica entre o Anão e o Eunuco, da qual vimos pouco nestas duas últimas temporadas. A posição de Tyrion parece estar prestes a mudar, ao concordar em ir conhecer a nova Rainha Meereen.

Daenerys continua a sua luta para tentar manter as pessoas de Meereen sob controlo. A abolição da escravatura foi uma mudança radical na cultura deste lugar, e a sua nova Rainha não tem sido a mais colaboradora nesta transição. Ela agora terá de aprender que para governar poderá ter de fazer algumas cedências para impedir uma revolução. Ao mesmo tempo que Daenerys é desafiada pelos seus súbditos, também os seus dragões a começam a desafiar.

Lê Também:
The Lord of the Rings já foi renovada

O passado é o que nos define, é o que nos dá as armas para as guerras que estão para vir, o importante que saibamos como as usar.

RM

Rodrigo Marques

Blog: http://stufftal.blogspot.pt

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *