George R.R. Martin esclareceu dúvidas sobre o livro de Game of Thrones

George R.R. Martin revelou num artigo no Livejournal alguns detalhes sobre um conto contendo elementos de Game of Thrones.

No artigo do Livejournal George R.R Martin refere que “Gardner Dozois tem uma antologia de fantasia que será publicada no outono. É chamada The Book of Swords. Eu tenho uma estória no livro. O nome é The Sons of the Dragon. Esta estória documenta os reinados do segundo e terceiro reis Targaryen, Aenys I e Maegor the Cruel, juntamente com as suas mães, mulheres, irmãs, crianças, amigos, inimigos e rivais”.

George R.R. Martin reforçou o ponto de que “The Book of Swords” não é um livro seu. “Só escrevi uma pequena parte nele, não o editei nem mesmo o co-editei. Gardner Dozois é um dos meus amigos mais antigos e já co-editamos um número de antologias em conjunto como por exemplo Old Mars e Old Venus, Songs of Live & Death e Down These Strange Streets, Warriors, Dangerous Women e Rogues.”

Lê Também: Séries a Não Perder em 2017

Para além de George R.R. Martin ter um conto em The Book of Swords também confirmou que terá outra estória em The Book of Magic que será editado por Gardner Dozois. O autor ainda salientou no artigo que “gosta de editar estas antologias com Gardner Dozois. Já falamos sobre fazer mais Rogues, Even More Dangerous Women, que foram dois livros bem sucedidos, e temos definitivamente planos para Old Luna, e talvez para Old Mercury, Old Pluto e Old Uranus. Mas não vamos fazer nada disso agora. As antologias, por muito que goste, estão a tirar muito do meu tempo, por isso tive que recuar até pelo menos finalizar The Winds of Winter. Depois de isso estar acabado talvez possa voltar às antologias.”

Lê Também: Os 11 Livros recomendados por Barack Obama

O autor aproveitou o artigo no Livejournal para avançar com alguns detalhes sobre esse conto. “Quando estávamos a trabalhar num livro ilustrado que foi publicado como The World of Ice & Fire, eu escrevi variadas anotações sobre a história de Westeros. Deixei-me levar pelo entusiasmo e descobri que tinha escrito 350.000 palavras para um livro que era suposto ter 50.000 palavras. Visto ter chegado à regência de Argon III the Dragonbane, e saltado largamente Jaehaerys I the Conciliator, passou a ser evidente que essas anotações iriam culminar num livro.”

Para finalizar George R.R. Martin apontou que “Gardner pediu uma estória. Eu disse que não tinha tempo para escrever uma. Ele perguntou se eu tinha algo como The Princess and the Queen e eu tinha. Por isso enviei-lhe The Sons of the Dragon, ele gostou e nós cá estamos”.

A publicação de Book of Swords, onde George R.R. Martin tem um conto publicado, acontece a 1o de outubro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *