Há novos dados na polémica produção de “Jane Got a Gun”, com Natalie Portman

Ainda ontem atualizamos a história conturbada da fase embrionária de “Jane Got a Gun”, mas hoje já há mais desenvolvimentos. Jeff Bridges, Tobey Maguire e Jack Gyllenhaal estão na pole position para substituir Jude Law mas… há mais. Ora recorde as atualizações de ontem:

  1.  É anunciado o filme “Jane Got a Gun“, de Lynne Ramsay, protagonizado e produzido por Natalie Portman;

  2.  Michael Fassbender, Joel Edgerton e Rodrigo Santoro são adicionados ao elenco;

  3.  Devido aos atrasos na produção (e conflitos de agenda), Michael Fassbender desiste do papel. Joel Edgerton fica com o papel de Fassbender e Jude Law assume a personagem de Joel Edgerton;

  4. Lynne Ramsay, no primeiro dia de filmagens, não aprece e é afastada da realização. Desconhecem-se pormenores sobre este acto, sendo apenas conhecida até hoje a versão do produtor, Scott Steindorff;

  5. Gavin O’Connor (“Warrior”) é contratado para assumir a realização do filme no imediato

  6. Jude Law também sai de cena porque a sua presença no filme estava intrinsecamente relacionada com a realização de Lynne Ramsay.

A verdade é que hoje há mais desenvolvimentos. Se até então só tínhamos os depoimentos do produtor Scott Steindorff, parece que finalmente podemos ouvir a versão de  Lynne Ramsay.

Lê Também:
Prime Video apresenta trailer de Thirteen Lives

48 horas antes do começo da produção, na segunda-feira passada,  Lynne Ramsay afastou-se do projeto porque ainda não tinha um cronograma aprovado, argumento, ou o orçamento através dos seus produtores. Quem o diz é o The Hollywood Reporter que afirma que a saída de Ramsay último sábado foi mantido em segredo até mesmo da protagonista e produtora Natalie Portman, enquanto se tentava a todo o custo encontrar um realizador substituto. Ramsay estava também à procura de um substituto para Michael Fassbender, que saiu devido a conflitos de agenda.

Segundo se pode ler no Cinema Blend, Ramsay estava frustrada com uma produção desordenada, e outras fontes dizem que ela demonstrou “comportamento cada vez mais bizarro.

Segundo as informações até ao momento, Lynne Ramsay (“Temos de Falar Sobre Kevin”) era vista como um exemplo de incompetência. A diferença entre desistir no sábado e não aparecer no set na segunda-feira é relevante.

Lê Também:
Prime Video apresenta trailer de Thirteen Lives

Em que história acredita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.