Sagas que procuram repetir o sucesso de Hunger Games (Parte 1)

A adaptação cinematográfica dos livros The Hunger Games chegou ao final em novembro de 2015, mas os estúdios de Hollywood já estão à procura do novo franchise de obras para jovens adultos capaz de repetir o sucesso da história de Katniss Everdeen.


PARTE 2 >>


 

Divergente e Maze Runner foram os primeiros a “fazer frente” à Girl on Fire. Embora tenham alcançado bons resultados, os números nas bilheteiras são inferiores ao atingidos pelos The Hunger Games.

A Quinta Vaga, Os Instrumentos Mortais, Criaturas Maravilhosas, Nómada e Academia de Vampiros também tentaram a sua sorte, mas fracassaram. No entanto, existem dezenas de sagas de livros do mesmo género de Hunger Games que cativaram os leitores, e cujos direitos já foram comprados por grandes estúdios.

Então ficam as questões: Qual será a saga que vai repetir a proeza de Hunger Games? Quem será a próxima Katniss Everdeen? A Magazine.HD deixa-te os possíveis candidatos.

Lê também: The Hunger Games pode ter prequela sem Katniss

 

incarceron

INCARCERON, de Catherine Fisher (Porto Editora)

Finn é um jovem sem memória que acorda dentro de uma prisão gigantesca, que contém florestas e cidades. Enquanto procura uma forma de escapar, Claudia vive num palácio distante, onde está condenada a se casar com um homem que não ama. Ela pode ter a chave para libertar Finn e a si mesma.

Os direitos de adaptação desta saga foram comprados pela 20th Century FOX. O argumento, escrita pela autora, está concluído e Taylor Lautner está confirmado no papel principal. Contudo, este projeto ainda não saiu do papel.

 

Legend

LEGEND, de Marie Lu (Edições ASA)

Num mundo pós-apocalíptico, a República é um país dividido em distritos. A admissão no exército é uma tarefa importante na vida dos jovens, por isso June passa por testes difíceis e acaba por se tornar num grande destaque. Assim, June é contratada para encontrar um jovem delinquente com quem tem um caso amoroso.

Esta saga é semelhante tanto a The Hunger Games como a Divergente, ou seja, a franchises que alcançaram sucesso. No entanto, apesar de a CBS Films já ter adquirido os direitos e os produtores já terem sido escolhidos (os mesmos de Twilight), desde 2013 que a história espera pelo sinal verde para entrar em produção.

 

Consulta ainda: Livros a não perder | Seleção de fevereiro 2016 by MHD

logan's run

LOGAN’S RUN, de William F. Nolan e George Clayton Johnson

No ano de 2116, a superpopulação é o maior problema enfrentado no planeta. Como solução, os presidentes mandaram matar, com gás tóxico, todas as pessoas que alcançam os 21 anos. Logan e Jessica tentam escapar a este destino trágico.

A história já foi adaptada aos cinemas em 1976 e os estúdios Warner Bros. compraram os direitos para adaptar novamente o livro, com o intuito de substituir Hunger Games. O realizador Nicolas Winding Refn foi contratado para o filme, que teria Ryan Gosling como protagonista, mas ambos desistiram.

 

the fire sermon

THE FIRE SERMON, de Francesca Haig (Harper Collins)

Num futuro pós-apocalíptico, uma irregularidade faz com que todas as pessoas nasçam com um gémeo: uma das crianças é fisicamente perfeita, enquanto a outra tem uma mutação. Os Alphas (perfeitos) são mantidos afastados dos Omegas (deformados) por um governo autoritário, mas a deficiente Cass tenta quebrar as regras e ter os mesmos direitos de seu gémeo, Zach.

O primeiro livro foi publicado em 2014 e desde essa data que se reivindica como o “novo The Hunger Games” – daí a imagem de um pássaro em chamas. Os estúdios DreamWorks compraram os direitos e contam com o argumentista de Guardiões da Galáxia para o projeto.

 

Vê também: The Hunger Games | O antes e o depois dos atores (Parte I)

selecao

A SELEÇÃO, de Kiera Cass (Marcador)

O Estado Americano da China é dividido por castas rígidas, permitindo a 35 raparigas competirem pela possibilidade de se tornarem princesas. Mas America Singer não tem vontade de participar do concurso, porque está apaixonada por um rapaz de casta inferior à sua, até ao dia em que encontra o príncipe e descobre que este homem bondoso está disposto a fazer uma aliança com ela.

A mistura de Cinderela com The Hunger Games vendeu 3,5 milhões de cópias pelo mundo inteiro, e os estúdios Warner Bros. não perderam tempo em adquirir os direitos da obra, em abril de 2015. O argumento da história é da responsabilidade de Katie Lovejoy.


PARTE 2 >>


Achas que estes livros têm capacidade de repetir o sucesso de The Hunger Games? 
 

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *