Inteligência T1 | Primeiras Impressões

IntelligencePost
  • Título Original: Intelligence
  • Produtores: CBS & ABC Studios
  • Criadores: Michael Seitzman
  • Elenco: Josh Holloway, Megan Ory, John Billingsley, Marg Helgenberger, Lance Reddick, P.J. Byrne
  • Género: Ação, Drama, Espionagem, Sci-Fi
  • 2014 | EUA | FOX HD | Quarta-Feira | 22:15

Classificação: [starreviewmulti id=10 tpl=20 style=’oxygen_gif’ average_stars=’oxygen_gif’]

 

Intelligence2

“You think protecting the President is more important. Funny, he didn´t think so.”

Não será propriamente um mensageiro de Deus, mas Gabriel (Josh Holloway), é concerteza o homem mais inteligente do planeta. Talvez esta afirmação audaz até possa soar um pouco a “overstatement”, mas já imaginaram serem agraciados com um supercomputador instalado no cérebro; e acederem a todas as bases de dados, equipamentos wireless, telefones, satélites?…É de doidos, e a agência de segurança cibernética governamental (USCC) ainda apelida a sua arma secreta de “operacional high-tech”, não estivéssemos a falar do último grito em tecnologia do momento.

Intelligence5

“Assets”, que é como chamam por aquelas bandas a agentes valiosos desta natureza, necessitam sempre de extrema proteção e supervisão, mais ainda que o próprio Presidente dos Estados Unidos. Para tal, a chefona do “Cyber Command” Lillian Strand (Marg Helgenberger), faz questão de manter o seu “wonder boy” de rédia curta e com uma espécie de “ama” dos serviços secretos Riley Neal (Meghan Ory), a morder-lhe os calcanhares. E com tanta inteligência a fervilhar por aqueles neurónios chipados, para quê uma mulher a atrapalhar?

Intelligence4

Se estivermos a falar de um agente secreto: implacável, imprevisível e insubordinado, percebe-se a presença feminina como um toque apaziguador de frieza e sensatez. Convenhamos, um par de pistolas aumenta sempre as probabilidades de sucesso, principalmente quando se trata de resgatar o criador do milagroso chip, o Dr. Cassidy (John Billingsley). É certo que os chineses andam a comprar meio mundo, mas se algo tão minúsculo e poderoso for parar às suas mãos, poderemos ter um caso bicudo para resolver.

Intelligence6

Além disso, Gabriel não tem propriamente o melhor temperamento de todos e, anseia a cada missão que lhe é confiada, desvelar o verdadeiro paradeiro da sua mulher desaparecida. Aqui, escarafunchamos a ponta do icebergue dramático, que não sustenta apenas a sua presença viril cada vez que entra com licença para matar, mas igualmente a dicotomia emocional invocada por um forte sentimento de perda. Aliás, Josh Holloway faz-se sentir com volumetria e carisma no grande ecrã, oferecendo aos espetadores aqueles momentos rápidos e furiosos. Claro que Meghan Ory, não poderia ser esquecida pela sua imensa energia solidária, catapultando a relação de companheirismo entre os dois colegas, para um patamar com emoção e significado.

Intelligence7

Inteligência, poderá na sua matriz assemelhar-se em certos aspetos ao conhecido “Soldado Universal”, mas possui novas variantes técnicas e humanas que permitem à série de Michael Seitzman, penetrarem no nicho da espionagem com orgulho e valor. É emocionante, geek, sensível e inteligente. É perfeita, não acham?

P.S – Se estiveres “online”, ele saberá tudo sobre ti…

MS

Miguel Simão

Jurista e Poeta em algumas horas vagas. Cinéfilo incurável com forte pancada pelo sci-fi, que se perde algures pelo vício noturno de umas quantas séries televisivas de renome; amaldiçoado pelo perfecionismo estético de uma resma de palavras mais ou menos caras. Podem encontrar-me a divagar entre a Terra e o Espaço no meu blogue premiado Última Transmissão Humana.

Miguel Simão has 141 posts and counting. See all posts by Miguel Simão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.