Interpol (foto de Jamie-James Medina)

Interpol lança “The Rover (DJDS Remix)”

“The Rover”, single principal do mais recente álbum dos Interpol, foi remisturado pelos DJ Dodger Stadium (DJDS). Este é o primeiro de vários remixes que sairão de Marauder.

Não se percebe porque são tão raros (ou mesmo inexistentes) os bons remixes das canções dos Interpol. O seu rock é muito atmosférico, as melodias e o timbre vocais de Paul Banks soam, por vezes, dignos de uma diva, particularmente quando canta no registo mais agudo ou mesmo em falsete. Mas a verdade é que poucas são as remisturas que funcionam. Uma delas talvez seja o mais recente remix do primeiro single de Marauder, lançado dia 11 pela Matador: “The Rover (DJDS Remix)”.

Lê Também:
Interpol, Marauder | em análise

O duo de Los Angeles DJ Dodger Stadium (Jerome Potter e Sam Griesemer) retira à melodia vocal de Paul Banks o contexto instrumental que a complementava e submergia (mantendo uma ou outra instância da malha de guitarra de Kessler) e envolve-a num ambiente house clássico, evidenciando-lhe a exasperação ou até mesmo o desespero. DJDS dizem ter-se inspirado em Frankie Knuckles, que de qualquer música, fosse qual fosse o género, fazia as suas incríveis e inimitáveis ritmadas versões dub. É assim que o duo vê a “The Rover”, transformando o indie em algo dançável à noite numa discoteca.

DJDS são conhecidos por cooperarem com grandes figuras na indústria da música, como Kanye West e DJ Kahlid, envolvendo-se agora com a Matador Records. No dia do lançamento desta versão remisturada do single “The Rover”, a Matador anunciou que esta seria a primeira de uma série de remixes de “Marauder”, o mais recente álbum dos Interpol, lançado em agosto.

INTERPOL, MARAUDER | “THE ROVER (DJDS REMIX)”

Tomás Marques Pereira

Vindo da galáxia da História da Arte, tenho um gosto particular por música (tudo o que envolva o triângulo amoroso entre bateria, baixo e guitarra). Disposto a viajar ao passado para visitar um clássico, mais disposto ainda em percorrer as órbitas do presente para conversar sobre os artistas do futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *