James Cameron na rodagem de "Titanic" (1997) © Paramount Pictures

James Cameron afirma que sinais de perigo do Titan foram ignorados

O submarino Titan tem sido polémico e até hoje é um assunto que se debate. James Cameron partilhou o que sabe.

O realizador do filme “Titanic” (1997), James Cameron, já mergulhou 33 vezes até aos destroços do navio naufragado e considera que para si é incompreensível o porquê das buscas ao submersível Titan não terem sido concentradas de imediato na última localização conhecida do aparelho, como seria o mais lógico de acontecer.

Lê Também:   Titanic: 110 Anos Desde o Naufrágio assinala-se no Canal História

De acordo com uma entrevista que deu ao canal americano BBC News, os alertas dados a Titan foram ignorados, uma infeliz semelhança com o que aconteceu com o navio Titanic, quando afundou em 1912, causando a morte de cerca de 1.500 pessoas:

Estou impressionado com a semelhança entre a tragédia e o desastre do Titanic, onde o capitão foi alertado várias vezes sobre o gelo em frente ao navio e, mesmo assim, acelerou em alta velocidade em direção a um campo de gelo numa noite sem lua, levando à morte de muitas pessoas.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por BBC News (@bbcnews)

Para o realizador de “Avatar” é “surreal” como a tragédia do submarino, operado pela OceanGate Expeditions, ocorreu exatamente no mesmo local que a do Titanic, após a a exploração submarina que já foi desenvolvida. A bordo estavam o bilionário britânico Hamish Harding, o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho Suleman, o experiente mergulhador francês Paul-Henri Nargeolet e Stockton Rush, CEO da OceanGate Expeditions.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos confirmou que o submarino sofreu “uma catastrófica implosão”, um risco que segundo o realizador, um dos primeiros a chegar ao ponto mais profundo do oceano, era bem conhecido por todos os que se envolvem neste tipo de explorações. Os engenheiros tinham já uma preocupação prioritária com o risco de implosão devido à pressão sentida pelo aparelho durante a viagem.

Várias figuras importantes na comunidade de engenharia de mergulho até escreveram cartas para a empresa a dizer que estavam a fazer demasiadas experiências ao transportar passageiros e que precisavam de ser certificados.

Para o realizador todos os alertas que indicavam perigo foram ignorados. Cameron chegou a visitar os destroços do Titanic com Leonardo DiCaprio e Kate Winslet enquanto filmava o icónico filme vencedor de 11 óscares.



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *