Seguindo a voz de Julie Byrne até à Trindade

No dia 15 de Junho, Julie Byrne tocará ao vivo no Teatro da Trindade, num concerto promovido pela ZDB, para apresentar um dos melhores álbuns de 2017.

A cantora nova-iorquina Julie Byrne, cuja travessia por essa América fora terminou em Not Even Happiness, um dos discos mais aclamados do ano passado, atravessará o oceano para aportar, pela primeira vez, em terras lusitanas. É a sua estreia em Portugal, onde dará três concertos, em Faro, Lisboa e Braga. Também entre nós, aqui na MHD, o álbum encontrou um lugar entre os dez melhores de 2017. Não poderíamos, por isso, perder a oportunidade de a ver e ouvir ao vivo, convidando todos a não deixar passar a ocasião única de estar com ela num ambiente de grande proximidade.

Julie Byrne, Not Even Happiness (2017)

O concerto em Lisboa, uma produção da Galeria Zé dos Bois, promovida pela Fundação Inatel, será no dia 15 de Junho, na sala Eça de Queiroz do Teatro da Trindade. Um evento imperdível para quem aprecia não apenas a beleza de uma melodia folk, mas também a beleza do verbo. Porque Julie Byrne é verdadeiramente uma poetisa do nosso tempo. Com versos delicados, acompanhados de sons de guitarra, violino e teclados, a cantora-autora pinta as imensas paisagens naturais da sua terra natal, mas pinta acima de tudo as infinitas paisagens da alma. Um conselho? Vão ouvi-la, mas levem na memória cada palavra. Sentem-se lá sabendo de cor (que é dizer, de coração) cada frase. E garanto-vos que sairão um pouco mais livres, um pouco transfigurados.

Lê Também:
Novos Melhores Álbuns de 2017

JULIE BYRNE | “MELTING GRID”

Os bilhetes para o concerto de dia 15 de Junho, no Teatro da Trindade, custam 15€ e poderão ser adquiridos online na BOL. Julie Byrne será acompanhada por Dan Bridgwood-Hill (violino) e Taryn Blake Miller (teclas). Dará ainda um primeiro concerto a 13 de Junho, no Teatro das Figuras, em Faro, e um outro a 16 de Junho no gnration, em Braga.

Maria Pacheco de Amorim

Literatura, cinema, música e teoria da arte. Todas estas coisas me interessam, algumas delas ensino. Sou bastante omnívora nos meus gostos, mas não tanto que alguma vez vejam "Justin Bieber" escrito num texto meu (para além deste).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *