Orange is the New Black | Primeiras Impressões da quarta temporada

Orange is the New Black está de volta com a sua quarta temporada! Prontos para regressarem à prisão de Litchfield?

Aviso: Contem spoilers do primeiro episódio da temporada 4 de OITNB

Na última temporada, despedimo-nos das nossas carismáticas reclusas num momento de felicidade e liberdade, enquanto se banhavam nas águas de um lago localizado junto à prisão, mas também com indícios de mudanças drásticas no ambiente de Litchfield, ao vermos chegar novas reclusas. A quarta temporada da série original Netflix começa exatamente a partir do ponto onde o terceiro capítulo terminou.

Lê mais: Netflix | As séries mais vistas

Orange is The New Black começou a traçar o seu caminho no universo televisivo apresentando-se essencialmente como uma série de comédia, porém, à terceira temporada, o ambiente altera-se e passamos a ter a introdução de temas mais sérios e complexos, aliviados ocasionalmente por boas doses de humor. Se alguém tinha dúvidas acerca dessa mudança de tom, veja-se, por exemplo, a categoria de Melhor Série Dramática para a qual a série ficou nomeada na edição de 2015 dos Emmys, após ter sido nomeada para Melhor Série de Comédia em 2014.

orange is the new black

Work That Body For Me, o episódio inaugural da quarta temporada de Orange is the New Black, não mergulha profundamente no território do drama, apresentado-se pelo contrário como um capítulo bastante jovial, à medida que nos mostra a primeira fase de adaptação das personagens à chegada das novas reclusas e as consequências que isso trouxe para o normal funcionamento da prisão. Desde o regresso das prisioneiras ao estabelecimento prisional de Litchfield, à falta de noção da realidade que a protagonista Piper Chapman atravessa, julgando ser agora uma “gangsta with an ‘A’ at the end“, até inclusive ao problema que Alex Vause tem entre mãos, o episódio é, de uma maneira geral, bem humorado, trazendo-nos boas memórias das primeiras temporadas.

Lê Também:
Netflix assegura contrato com David Benioff e D.B. Weiss

Vê também: Euro Séries 2016, by MHD

Ainda assim, o capítulo de estreia desta nova temporada de Orange is the New Black também conta com situações bastante críticas, em particular o drama vivido por Alex. A última vez que vimos a personagem, a sua vida estava claramente em perigo, mas tudo acaba bem quando vemos no primeiro episódio da quarta temporada a personagem Lolly a socorrer e aparentemente matar o perseguidor de Vause. Toda esta cena é construída em torno de um diálogo e atitudes caricatas protagonizadas por Lolly, como o seu primeiro contacto com emojis, que nos fazem esquecer temporariamente que há um homem morto junto das personagens.

O lado cómico permanece até que chega o momento de esconder o corpo. Saindo da cama a meio da noite, Alex regressa à estufa com o propósito de ocultar o cadáver e acaba por descobrir que, afinal, o seu agressor ainda se encontra vivo, obrigando-a a “terminar a tarefa”, sufocando-o sem conseguir conter as lágrimas. Laura Prepon deu à sua personagem uma enorme densidade dramática durante a terceira temporada e observando estas breves cenas de Work That Body For Me, esta fase mais angustiante que Alex está a atravessar não parece ter fim à vista.

Lê ainda: Netflix em junho | As séries que recomendamos

orange is the new black

Orange is the New Black tem vindo a mostrar que adora jogar com a dualidade comédia/drama e prova-o imensas vezes durante este episódio, porém, não podíamos deixar de referir o momento mais marcante desta interacção entre os dois géneros, quando Alex, Lolly e Frieda protagonizam uma cena bastante sangrenta, desmembrando o corpo do agressor de Vause e enterrando as várias partes no jardim, ao som da música Last Resort da banda Papa Roach, que confere a todo o momento uma ironia tremenda, já que a letra da música apresenta versos como “Cut my life into pieces” ou “Suffocation, no breathing“.

Lê Também:
Reese Whiterspoon e o seu novo projeto na Netflix

Vê mais: As 15 melhores séries que não podes perder este verão

Quem também terá o futuro complicado é a protagonista Piper Chapman, cuja ilusão de que é uma reclusa temível seja inicialmente bastante hilariante de ver, poderá sair-lhe bastante caro nos futuros episódios, principalmente por causa da chegada de novas prisioneiras e verdadeiras criminosas. É bem possível que Orange is the New Black estabeleça a sua quarta temporada movendo-se entre os géneros de comédia e drama, contudo, observando apenas os indícios que nos foram apresentados neste primeiro episódio, é natural ficarmos à espera de uma temporada mais sombria, mais dramática e mais emocionante do que qualquer uma das suas antecessoras.

Qual a tua opinião sobre a estreia da quarta temporada de Orange is the New Black?


orange is the new blackTítulo Original: Orange is the New Black
Criadora: Jenji Kohan
Elenco: Taylor Schilling, Danielle Brooks, Taryn Manning
Netflix | Drama, Comédia | 2016

[starreviewmulti id=19 tpl=20 style=’oxygen_gif’ average_stars=’oxygen_gif’] 


Filipa Machado

 

Filipa Machado

Licenciada em Estudos Artísticos e uma grande apaixonada (e viciada) por Literatura, Televisão, Cinema e, em especial, por Animação Japonesa.

2 thoughts on “Orange is the New Black | Primeiras Impressões da quarta temporada

  • I will right away take hold of your rss as I can’t in finding your e-mail subscription hyperlink or
    e-newsletter service. Do you’ve any? Kindly allow me understand so that I may just subscribe.
    Thanks. http://www.yahoo.net

  • You can find the newsletter subscription form, at the left corner of any page footer of the desktop version of the website.
    Thanks for your preference.
    MHD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *