Os 10 Melhores Filmes Sci-fi A Não Perder Em 2015 | The Hunger Games: A Revolta Part II


Todos nós, temos aquela lista mental dos filmes memoráveis que marcaram as nossas vidas de forma mais ao menos intensa. Sejam épicos históricos, comédias loucas, dramas arrepiantes, thrillers futuristas, o rol cinematográfico de momentos inesquecíveis não cessa de aumentar. Pois bem, numa tentativa de compilar o melhor da sétima arte em matéria de ficção científica, eis que apresentamos os 10 candidatos de peso mais antecipados até à chegada do Pai Natal.


<< Os Últimos Na Terra

Após uma avaliação ponderada, a Magazine.HD não se preocupou apenas em avaliar as propostas dos chamados “peixes graúdos”. Ao invés, esforçou-se por alcançar um compromisso entre flexibilidade e abrangência, permitindo a seleção eclética de um segmento mais “indie” frequentemente marginalizado, mas que possui altíssima qualidade. Contudo, apesar da “arraia miúda” ter aqui uma palavra a dizer, os tubarões continuam a permanecer no topo da hierarquia, mas para já, arranca a contagem com os desfavorecidos nesta lista dos melhores filmes sci-fi, a não perder em 2015!

Lê Também:
Netflix irá lançar novos filmes todas as semanas em 2021


6 – THE HUNGER GAMES: A REVOLTA PART II

        Data De Estreia Nacional: 19 de Novembro

Lê Também: Katniss, Gale e Finnick juntaram-se à luta no clip de Mockingjay Parte 2

Numa altura em que as adaptações de romances escritos para o grande ecrã nunca estiveram tão na moda, “Hunger Games: A Revolta Part II” é, certamente, um dos filmes mais aguardados do ano – pelo menos para os fãs da obra homónima de Suzanne Collins. O primeiro filme desta apaixonante trilogia caiu-nos que nem uma lufada de ar fresco, depois da Saga Twilight ter dado o mote para este género de cinematografia teenager. Contudo, a mensagem inerente a “Os Jogos da Fome” abrange igualmente um público mais maduro, que compreende a temática da revolta facionária e, claro, a consequente luta pela sobrevivência. Assim, o primeiro atingiu-nos de forma ardente e visceral, com um elenco portentoso que promoveu a ascensão meteórica de Jennifer Lawrence – que já é uma das atrizes mais bem pagas de Hollywood.

“A mensagem inerente a “Os Jogos da Fome” abrange igualmente um público mais maduro, que compreende a temática da revolta facionária e, claro, a consequente luta pela sobrevivência.”

Este terceiro filme, finaliza a história de Katniss Everdeen, e promete colmatar a perda de ímpeto tão caraterizadora das sequelas. Contudo, o realizador Francis Lawrence já afirmou que esta será a película mais violenta de toda a franquia, perspetivando-se cenas de altíssima rotação e intensidade no que à ação diz respeito. Nem se poderia exigir menos, num universo ficcional aonde o enredo é sustentado pelo braço de ferro entre rebeldes e autoridade vigente, num jogo de intrigas e armadilhas mortais. Katniss é, agora, a líder de uma resistência furiosa, que promete findar o reinado do tirano Snow, e nós cá estaremos para assistir a esse espétaculo voraz.

Lê Também:
Netflix irá lançar novos filmes todas as semanas em 2021

Os 10 melhores filmes sci-fi, a não perder em 2015 | Mundo Jurássico >>

PS – To Be Continued…

MS

Miguel Simão

Jurista e Poeta em algumas horas vagas. Cinéfilo incurável com forte pancada pelo sci-fi, que se perde algures pelo vício noturno de umas quantas séries televisivas de renome; amaldiçoado pelo perfecionismo estético de uma resma de palavras mais ou menos caras. Podem encontrar-me a divagar entre a Terra e o Espaço no meu blogue premiado Última Transmissão Humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *