Óscares 2016 | Façam as vossas apostas! (Terminado)

Se há coisa que sabemos sobre os Óscares 2016 é que nada sabemos. Ou, no limite, sabemos muito ‘poucochinho’. Não há dúvidas que estamos perante um ano que é tremendamente imprevisível em diversas categorias. Ainda assim, o convite para apostas fica feito da nossa parte.

Desde que estreou em Veneza, “O Caso Spotlight” tomou as rédeas da temporada e, ainda que provisoriamente, colocou-se na frente das previsões para uma cerimónia que iria ocorrer apenas cinco meses depois da sua estreia. Os prémios da crítica (que foram divididos com “Carol” e “Mad Max: Estrada da Fúria” que já vinham com buzz de Cannes) conseguidos pelo filme de Tom McCarthy viria a dar razão aos apoiantes da ideia que “Spotlight” era o frontrunner de 2016.

É claro que desde essa altura tudo mudou. Num anúncio inesperado, a Sony Pictures moveu a estreia de “A Queda de Wall Street” para 2015 e, de mansinho, o filme de Adam McKay foi galgando terreno até à surpreendente vitória no Sindicato dos Produtores, que nos últimos oito anos coincidiu com o vencedor dos Óscares na categoria de Melhor Filme, incluindo nos últimos seis em que o sistema de voto da Academia para Melhor Filme se faz pelo chamado ‘boletim por preferência’.

Lê também: Os Óscares 2016 em números

Mas, como sabemos, nada ficou decidido por aqui. A vitória de “O Renascido” nos Globos de Ouro e nos BAFTA (que, recorde-se, não tinham premiado “Birdman” de Alejandro González Iñárritu em 2015) e, sobretudo, no Sindicato dos Realizadores (que tem uma correlação muito grande com o Óscar de Melhor Realização), baralharam tudo.

Pelo meio, ainda “O Caso Spotlight” deu um ar da sua graça, vencendo o prémio para Melhor Elenco no Sindicato dos Atores, mostrando definitivamente que esta é uma temporada a três. Ou a quatro, se acreditarmos nas palavras de Pete Hammond do Deadline, que recentemente revelou que a votação para o prémio do Sindicato dos Produtores foi tão renhido entre quatro filmes (aos três já enunciados, junta-se “Mad Max: Estrada da Fúria”) que culminou na vitória de “A Queda de Wall Street” por apenas três votos de diferença face ao segundo classificado.

Consulta ainda: The Revenant e Mad Max: Fury Road lideram as nomeações aos Óscares 2016

Talvez “O Renascido” seja mesmo o frontrunner. Ou então o Sindicato dos Produtores orientou-nos na direção certa e o vencedor é mesmo “A Queda de Wall Street”. Ou quiçá estivéssemos todos certos em Setembro quando se apontava “O Caso Spotlight” como favorito. Podemos estar ainda todos loucos e, pela primeira vez em muitos anos, estaremos frente-a-frente a uma das maiores surpresas na história dos Óscares com uma vitória de “Mad Max: Estrada da Fúria”.

É certo que há muita coisa que não sabemos sobre os Óscares 2016, mas mesmo assim fazemos o convite à vossa participação neste inquérito. Afinal, o pior que pode acontecer é acertarem apenas na mais que certa glória de Leonardo DiCaprio. Na melhor das hipóteses? Ganham prémios!

 

O desafio era simples: acertar no maior número possível de vencedores da cerimónia dos Óscares. Está bem, não era assim tão simples. Mas aqui não não havia mesmo nada a perder e ainda prémios por ganhar.

VENCEDORA

Lúcia Pereira

Com apenas seis categorias falhadas (Melhor Filme, Melhor Ator Secundário, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Canção Original, Melhores Efeitos Visuais e Melhor Curta-Metragem de Imagem Real), a Lúcia Pereira foi a participante que mais categorias acertou entre todos os apostadores, sendo que também foi a primeira a submeter as suas apostas face a um outro participante que conseguiu um igual número de categorias acertadas (aplicando-se o segundo critério de desempate, visto que se verificou também um empate no número de categorias principais certas – para qualquer esclarecimento adicional, verifique as Regras de Participação).

Para o levantamento do prémio (livros de “Carol” e “A Queda de Wall Street”), a vencedora deve ligar para o nosso call center (214337036 – das 9h00 às 18h00) a partir do próximo dia 14 de março e identificar-se como a vencedora do passatempo dos Óscares da Magazine.HD.

 

 


 

 

  • Será aceite apenas uma resposta por participante e email;
  • O vencedor será aquele que acertar o maior número de categorias;
  • Em caso de empate, serão valorizados os participantes que acertarem mais categorias dentro das seis categorias principais (Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Secundário e Melhor Atriz Secundária). Se o empate persistir, será declarado vencedor aquele que submeteu primeiro o formulário;
  • O vencedor será premiado com os livros que deram origem aos filmes “Carol” e “A Queda de Wall Street”;
  • Os portes de envio não estão incluídos;
  • Serão apenas aceites respostas até às 22h00 do dia 28 de Fevereiro.

Daniel E.S.Rodrigues

Sonho como se estivesse num filme de Wes Anderson, mas na verdade vivo no universo neurótico de Woody Allen. Sou obcecado pela temporada de prémios, e gostaria de ter seguido a carreira de cartomante para poder acertar em todas as previsões dos Óscares, Globos de Ouro (da SIC), Razzies, Troféus TV7 Dias e Corpo do Ano Men's Health. Mas, nesse universo neurótico e imperfeito em que me insiro, acabei por me tornar engenheiro. Sigam-me no Instagram para mais bitaites sobre Cinema, Música, Fotografia e outras coisas desinteressantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *