attends the 87th Annual Academy Awards at Dolby Theatre on February 22, 2015 in Hollywood, California.

Óscares 2017 | Lista Completa de Vencedores

Moonlight e La La Land: Melodia de Amor foram os grandes vencedores da noite da 89ª edição dos prémios da Academia de Hollywood.

Foi um dos maiores choques (sim, estamos boquiabertos!) e um dos maiores erros na história dos Óscares da Academia. Quando Warren Beatty e Faye Dunaway anunciaram que La La Land: Melodia de Amor como o Melhor Filme do Ano, ninguém esperava que tal se trataria de um erro nos envelopes e que afinal Moonlight seria eleito o melhor filme do ano, vencendo 3 Óscares da Academia.

Na realidade, La La Land: Melodia de Amor venceu apenas 6 prémios nesta 89ª edição dos prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. O musical de Damien Chazelle era de longe o favorito pelas suas extraordinárias 14 nomeações, que se traduziram em 6 estatuetas douradas, incluindo Melhor Realizador e Melhor Atriz.

A cerimónia começou com Jimmy Kimmel de forma bem subtil, apesar de se manter brincalhão em relação a Matt Damon, cuja rivalidade já vem de alguns anos atrás. As piadas do seu monólogo abrangeram vários dos atores na plateia, mas o melhor de tudo foi mesmo a primeira ovação da noite para a atriz mais “sobrevalorizada” dos Estados Unidos, não fossem as suas 20 nomeações: a única Meryl Streep.

La La Land: Melodia de Amor venceu nas categorias de Melhor Realizador, Melhor Atriz, Melhor Fotografia, Melhor Direção Artística, Melhor Banda-Sonora e Melhor Canção Original. Moonlight venceu nas categorias de melhor argumento adaptado e melhor ator secundário e Manchester by the Sea triunfou nas categorias de melhor ator e melhor argumento original. Note-se que estes três filmes que sempre se acompanharam nesta Awards Season, rotulados até como o trio-maravilha de 2016, saíram vencedores.

Lê Também:
Óscares 2020 | O que Veneza pode significar para a corrida

Uma curiosidade, que começou na passadeira dos Independent Spirit Awards, foi o facto de muitas das estrelas terem utilizado um laço azul ao peito, como símbolo de apoio à União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, em inglês). Os laços azuis com a expressão “Stand With ACLU”, serviram para chamar à atenção para a proteção das liberdades individuais dos cidadãos, obviamente como crítica às tomadas de decisão tão polémicas, quanto escandalosas por parte do presidente norte-americano Donald Trump. Lin-Manuel Miranda, Justin Paul, Benj Pasek e Ruth Negga foram alguns dos nomeados a utilizá-lo. Como tal não faltaram discursos políticos bastante subtis.

Destacamos também um excerto do discurso da presidente da Academia Cheryl Boone Isaacs (ver abaixo), a presidente da Academia, que uma vez mais afirmou que a arte não tem fronteiras e que efetivamente provém de todas as partes do mundo. O mesmo foi possível comprovar ao longo da cerimónia com um vídeo relativamente aos efeitos e emoções que o cinema desperta nos espetadores mundialmente.

Enfim, foi uma cerimónia em cheio na 89ª edição dos Óscares. Todos os vencedores desta 89ª edição dos Óscares da Academia podem ser conhecidos abaixo.

Óscares

Vê ainda: Independent Spirit Awards | Lista Completa de Vencedores

ÓSCARES DA ACADEMIA | LISTA COMPLETA DE VENCEDORES

MELHOR FILME

  • Moonlight

MELHOR REALIZADOR

  • Damien Chazelle por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ATRIZ

  • Emma Stone por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR ATOR

  • Casey Affleck por Manchester by the Sea

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

  • Viola Davis por Vedações

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

  • Mahershala Ali por Moonlight

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

  • Kenneth Lonergan por Manchester by the Sea

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

  • Barry Jenkins por Moonlight (baseado na peça não produzida In Moonlight Black Boys Look Blue, de MacArthur Fellow Tarell Alvin McCraney)
Lê Também:
Óscares 2020 | O que Veneza pode significar para a corrida

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL

  • Justin Hurwitz por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

  • “City of Stars”, música e letra de Justin Hurwitz, Benj Pasek e Justin Paul por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

  • Byron Howard, Rich Moore & Clark Spencer por Zootrópolis

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

  • O Vendedor (Irão)

MELHOR DOCUMENTÁRIO

  • Ezra Edelman & Caroline Waterlow por O.J.: Made in America

MELHOR CURTA-METRAGEM

  • Kristóf Deák & Anna Udvardy por Sing

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

  • Alan Barillaro e Marc Sondheimer por Piper

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTAL

  • Orlando von Einsiedel & Joanna Natasegara por The White Helmets

MELHOR FOTOGRAFIA

  • Linus Sandgren por La La Land: Melodia de Amor

MELHOR MONTAGEM

  • John Gilbert por O Herói de Hacksaw Ridge

MELHOR DIREÇÃO ARTÍSTICA

  • David Wasco e Sandy Reynolds-Wasco por La La Land: Melodia de Amor

MELHORES EFEITOS VISUAIS

  • Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones & Dan Lemmon por O Livro da Selva

MELHOR MISTURA DE SOM

  • Kevin O’Connell, Andy Wright, Robert Mackenzie, Peter Grace por O Herói de Hacksaw Ridge

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

  • Sylvain Bellemare por O Primeiro Encontro

MELHOR GUARDA-ROUPA

  • Colleen Atwood por Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los 

MELHOR MAQUILHAGEM E CABELOS

  • Alessandro Bertolazzi, Giorgio Gregorini, Christopher Allen Nelson por Suicide Squad

ÓSCARES HONORÁRIOS

  • Jackie Chan
  • Anne V. Coates
  • Lynn Stalmaster
  • Frederick Wiseman

CONSULTA TAMBÉM: Guia das Estreias de Cinema | Janeiro 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *