Óscares 2020 consolidam mudanças históricas

 

Após as críticas lançadas à Academia dos Óscares, a atual presidente Cheryl Boone Isaacs tomou medidas que vão promover a diversidade entre os seus membros, juntamente com outras mudanças reestruturantes na Academia.

Os membros da Academia dos Óscares votaram e decidiram, de forma unânime, aplicar um conjunto de medidas que, nas palavras da presidente Cheryl Boone Isaacs, “vão ter um impacto imediato e iniciar o processo de mudança significativa na composição dos seus membros”, sem esperar que a indústria cultural acompanhe esta posição. O objectivo é mostrar diversidade no seu corpo administrativo, o que concretamente resulta em duplicar o número de mulheres e diversos membros da Academia em 2020.

Vê também Óscares 2016 | As previsões finais de um ano…imprevisível

Para isso, foi declarado que cada novo membro poderá votar durante 10 anos, estatuto que será renovado se continuar activo na área cinematográfica durante essa década. Após três décadas de voto, estes membros receberão o poder de voto vitalício, o que poderá também acontecer caso seja nomeado ou ganhe o prémio da Academia. Esta medida terá efeito imediato, o que significa que se o estatuto de um actual membro não tiver estes requisitos, o direito ao voto será retirado mas poderá usufruir de outros privilégios da Academia, sem afectar a votação para os Óscares 2016.

Lê ainda Óscares 2016 criticados por ‘falta de diversidade’

Da mesma forma, serão recrutados três novos membros para a equipa governativa, com um contrato de três anos, nomeados pelo presidente e aprovados pelo quadro da Academia. Esta escolha será feita com base na diversidade e na qualificação dos novos membros, que poderão ser mais activos nas tomadas de decisão da Academia, como também ajudar a organização a identificar líderes futuros. A diversidade torna-se assim um dos objectivos a integrar na organização da Academia, que conta actualmente com uma única presença afro-americana na equipa de 51 membros, reflectida na figura da presidente.

Descobre mais sobre Pósters honestos das grandes produções dos Óscares

O que pensas sobre esta tomada de posição por parte da Academia dos Óscares?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *