A Caminho dos Óscares 2013 (III)

 

DJANGO UNCHAINED

Surgiram há bem pouco tempo as primeiras reações ao novo filme de Quentin Tarantino (embora não haja, para já, críticas oficiais). Contudo, já é possível delinear parte do seu caminho até aos Óscares. Diz quem viu que Django é um spaghetti western super-violento e bastante cómico que deve agradar aos fãs do realizador, e que é, indubitavelmente, um dos melhores filmes do ano. Mas daí até possuir hipóteses nos Óscares vai uma grande distância. Tarantino não é propriamente um protegido da Academia (muito pelo contrário) e a temática não deverá receber louvores na cerimónia de 2013. Contudo, há uma boa dose de nomeações possíveis e uma vitória que pode acontecer na categoria de ator secundário. São elas: Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator (Christoph Waltz), Melhor Ator Secundário (Leonardo DiCaprio, Samuel L. Jackson), Melhor Argumento Original e eventualmente (embora pouco provável), algumas categorias técnicas.

NOS CINEMAS A 24 DE JANEIRO DE 2013

THE HOBBIT – UN UNEXPECTED JOURNEY

O próprio Peter Jackson já o admitiu e não há muito que enganar: o primeiro capítulo de Hobbit não terá grandes hipóteses, tanto nos Óscares, como em toda a temporada de prémios. Para além de o ponto de partida ser substancialmente mais leve do que O Senhor dos Anéis, as críticas têm sido demasiado mistas para poder receber muitas indicações. Está destinado às categorias técnicas: Melhor Guarda-Roupa, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Maquilhagem e Penteados e Melhor Design de Produção.

NOS CINEMAS A 13 DE DEZEMBRO

THE IMPOSSIBLE

O filme sobre o desastre natural ocorrido na Ásia em 2004 é pano de fundo para um filme emocionalmente forte que tem recebido mais elogios do que apupos. No entanto, não será um candidato dos grandes. Poderá ter em Naomi Watts a sua melhor chance de ser nomeado (e quem sabe, vencer) para Melhor Atriz. Também pode conseguir nomeações para categorias sonoras e Melhor Maquilhagem e Penteados. Deveria ser indicado para Melhores Efeitos Visuais tendo em conta as magistrais cenas do tsunami (até Hereafter conseguiu a nomeação nesta categoria), mas a Academia já lhe cortou a ambição ao ser excluído da short list de possíveis nomeados.

NOS CINEMAS A 24 DE JANEIRO DE 2013

ANNA KARENINA

Apontado há uns meses como um dos mais fortes candidatos, chega agora como uma das maiores desilusões da temporada. Esperava-se um domínio clarividente do novo filme de Joe Wright, e, contrariamente ao esperado, “Anna Karenina” está destinada a apanhar as migalhas remanescentes dos outros candidatos. Poderá ser um filme temível em algumas categorias técnicas como Guarda-Roupa, Maquilhagem e Penteados, Design de Produção e até  Banda Sonora. Keira Knightley é uma possibilidade para a indicação a Melhor Atriz, mas as esperanças não são muitas.

JÁ EM EXIBIÇÃO

THE BEST EXOTIC MARIGOLD HOTEL

Estreou ainda no primeiro semestre do ano, mas ainda hoje se ouvem alguns (tímidos) ecos de “The Best Exotic Marigold Hotel”. A espantosa Maggie Smith é uma candidata forte à nomeação para Melhor Atriz Secundária, e até Judi Dench (Melhor Atriz Principal) assim como o próprio filme e realização podem obter nomeação dado o gosto da Academia por estas temáticas. Pode muito bem ser a surpresa!

JÁ EM DVD

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.