Óscares 2019 | Quem é Matthew Libatique?

Apesar de não ser famoso como os atores e realizadores, o diretor de fotografia de “Assim Nasce Uma Estrela”, Matthew Libatique, é um dos nomeados para os Óscares mais ilustres do ano.

1 de 15

Na sua infinita sabedoria (ou será idiotice?), o canal televisivo ABC e a Academia de Hollywood decidiram que uma boa forma de melhorar a cerimónia dos Óscares seria cortar algumas das categorias mais “técnicas” da emissão televisiva. Alguns prémios seriam assim dados durante os intervalos, para encurtar o programa e manter o foco no que, aparentemente, interessa: estrelas de cinema e celebridades.

Trata-se de uma das piores decisões na História da Academia, despindo os Óscares do prestígio que os distingue e eleva acima de tantos outros prémios. Parte da razão pela qual estes prémios da Academia são tão relevantes e respeitados devém da sua insistência em reconhecer todos os aspetos importantes envolvidos na criação de cinema. É por isso que, em contraste, os Globos de Ouro, com seu foco míope em atores, têm a má reputação de serem um concurso de popularidade de gente famosa e nada mais.

Enfim, se os Óscares estão empenhados em autodestruir-se a si mesmos e à sua respeitabilidade, que seja. Contudo, aqui pela MHD não queremos deixar de valorizar todos aqueles artistas que, apesar de nunca serem famosos, contribuem muito para o cinema que tanto nos encanta e deleita. Por isso mesmo, até aos Óscares, iremos destacar alguns dos nomeados nas categorias menos mediáticas, dando a conhecer seus estilos criativos, métodos e explorando as ricas filmografias que têm.

oscares 2019 matthew libatique assim nasce uma estrela
Bradley Cooper e Matthew Libatique durante as filmagens de ASSIM NASCE UMA ESTRELA.

Como a única categoria que até agora foi confirmada como estando fora da emissão normal da cerimónia é a de Melhor Fotografia, decidimos começar por destacar um diretor de fotografia (a pessoa responsável pela imagem que vemos, desde questões de cor, iluminação, escolha de câmaras, lentes e, dependendo do realizador, até composição e movimento de câmara). Ele é Matthew Libatique que este ano está nomeado por filmar “Assim Nasce Uma Estrela” e já outrora foi indicado em 2011 pelo seu trabalho em “Cisne Negro” de Darren Aronofsky, um realizador que tem vindo a definir a carreira do diretor de fotografia.

Uma das razões escolhemos Libatique para começar esta série de artigos, devém do modo como este cineasta tem vindo a falar da sua paixão pela sétima arte. Segundo as suas palavras, parte do que torna o cinema em algo grandioso e apelativo para ele é o modo como todos os vários aspetos do engenho cinematográfico são essenciais para a criação do objeto de arte final. Ninguém se eleva acima de ninguém, sendo que o trabalho de um técnico de som é tão precioso e necessário como o de um ator ou de um diretor de fotografia. Quem melhor para destacar face a estas insultuosas ideias da Academia?

Lê Também:
Óscares 2019 | Lista Completa dos Nomeados

Para descobrires mais sobre a carreira e o estilo de Matthew Libatique, segue as setas e acompanha-nos numa viagem pela filmografia deste cineasta de primeira categoria.

1 de 15

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *