Óscares retiram nomeação por violação de regras

Os Óscares retiraram a nomeação de Greg P. Russell da categoria de melhor mistura de som a menos de 24 horas da cerimónia. 

Greg P. Russell foi nomeado pela 17ª vez pelo filme 13 Horas: Os Soldados Secretos de Benghazi, do cineasta Michael Bay. No entanto, o profissional perdeu a sua indicação na categoria de melhor mistura de som por violação das regras.

Em comunicado, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas  refere que Russell telefonou aos seus colegas na instituição, durante a fase das nomeações, para os alertar para o seu trabalho no filme. Segundo a organização, trata-se de uma violação das regras de promoção dos prémios que proíbem o ‘lobby’ telefónico, ou seja, o exercício de influência com o propósito de interferir nas decisões dos membros da instituição.

Lê também: Óscares 2017 | Transmissão em direto assegurada

A presidente da Academia de Hollywood, Cheryl Boone Issacs, afirmou que a decisão foi tomada depois de “uma minuciosa reflexão”. No entanto, apesar do afastamento de Gary P. Russell, a instituição esclareceu que a nomeação ao Óscar se mantém para os restantes colegas de Russell.

Os outros filmes nomeados na categoria de melhor mistura de som são Arrival – O Primeiro Encontro, O Herói de Hacksaw Ridge, La La Land – Melodia de Amor e Rogue One: Uma História de Star Wars.

A cerimónia da 89ª edição dos Óscares realiza-se durante a madrugada de domingo, 26 de fevereiro, para segunda feira.

Catarina Fernandes

Mestre em Ciências da Comunicação e fotógrafa amadora. Seriófila compulsiva e apaixonada por literatura, assim como pelo cinema e pela sua história. (Extremamente) Viciada em música e concertos.

Catarina Fernandes has 1078 posts and counting. See all posts by Catarina Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.