Prémios 2013 | Círculo de Críticos Online Portugueses

 

Ao longo dos últimos meses temos vindo a divulgar iniciativas internacionais que premeiam os melhores filmes do ano transacto. Desta vez, divulgamos uma iniciativa nacional.

Os Prémios CCOP pretendem premiar os filmes (estreados em 2012 em Portugal) que mais se destacaram em diversas categorias. Algumas, são recorrentes (Melhor filme, Melhor realização…), outras introduzem algo que a própria Academia deveria aprender (Melhor Cena, Melhor Elenco).

Mas afinal o que é o CCOP? Segundo os autores:

Fundado em Fevereiro de 2012, o Círculo de Críticos Online Portugueses é constituído por um grupo seleccionado de críticos online de cinema nacionais, cujos objectivos se centram na classificação mensal dos filmes estreados, de forma a produzir um conjunto de tops com oportunos dados estatísticos.

Os Prémios CCOP são então uma iniciativa da blogosfera portuguesa que se destaca num universo nacional onde praticamente são inexistentes este género de prémios de valorização cinematográfica.

Vergonha e Moonrise Kingdom foram os filmes mais nomeados (8 nomeações), seguidos de perto por A Invenção de Hugo e Amor (com seis nomeações):

Melhor Filme
Amor, de Michael Haneke
Moonrise Kingdom, de Wes Anderson
Tabu, de Miguel Gomes
Temos de Falar sobre Kevin, de Lynne Ramsay
Vergonha, de Steve McQueen

Melhor Realizador
Martin Scorsese por A Invenção de Hugo
Michael Haneke por Amor
Miguel Gomes por Tabu
Steve McQueen por Vergonha
Wes Anderson por Moonrise Kingdom

Melhor Argumento Original
Amor, Michael Haneke
O Artista, Michel Hazanavicius
Looper – Reflexo Assassino, Rian Johnson
Moonrise Kingdom, Wes Anderson
Vergonha, Steve McQueen e Abi Morgan

Melhor Argumento Adaptado
Argo – Chris Terrio, baseado no livro de Tony Mendez e artigo de Joshuah Bearman
A Invenção de Hugo – John Logan, baseado no livro de Brian Selznick
Oslo, 31 de Agosto – Joachim Trier & Eskil Vogt, baseado no livro de Pierre Drieu La Rochelle
Temos de Falar sobre Kevin – Lynne Ramsay & Rory Kinnear, baseado no livro de Lionel Shriver
As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky, baseado no livro de Stephen Chbosky

Melhor Actor
Denis Lavant em Holy Motors
Jean Dujardin em O Artista
Jean-Louis Trintignant em Amor
Michael Fassbender em Vergonha
Michael Shannon em Procurem Abrigo

Melhor Actriz
Elizabeth Olsen em Martha Marcy May Marlene
Emmanuelle Riva em Amor
Meryl Streep em A Dama de Ferro
Michelle Williams em A Minha Semana com Marilyn
Tilda Swinton em Temos de Falar Sobre Kevin

Melhor Actor Secundário
Ezra Miller em Temos de Falar sobre Kevin
Ezra Miller em As Vantagens de Ser Invisível
Javier Bardem em 007 – Skyfall
John Hawkes em Martha Marcy May Marlene
Nick Nolte em Warrior – Combate entre Irmãos

Melhor Actriz Secundária
Carey Mulligan em Vergonha
Jessica Chastain em Procurem Abrigo
Judi Dench em 007 – Skyfall
Nicole Kidman em The Paperboy – Um Rapaz do Sul
Shailene Woodley em Os Descendentes

Melhor Filme de Animação
Brave – Indomável, de Mark Andrews, Brenda Chapman & Steve Purcell
Força Ralph, de Rich Moore
Frankenweenie, de Tim Burton
Lorax, de Chris Renaud & Kyle Balda
ParaNorman, de Chris Butler & Sam Fell

Melhor Filme Português
Florbela, de Vicente Alves do Ó
O Gebo e a Sombra, de Manoel de Oliveira
Tabu, de Miguel Gomes

Melhor Filme em Língua Não-Portuguesa/Inglesa
Amor (Áustria)
O Cavalo de Turim (Hungria)
Era Uma Vez na Anatólia (Turquia)
Holy Motors (França)
Oslo, 31 de Agosto (Noruega)

Melhor Primeira Longa-Metragem em Cinema
Drew Goddard por A Casa na Floresta
J.C. Chandor por Margin Call – O Dia Antes do Fim
Ralph Fiennes por Coriolano
Sean Durkin por Martha Marcy May Marlene
Simon Curtis por A Minha Semana com Marilyn

Melhor Documentário
A Gruta dos Sonhos Perdidos, de Werner Herzog
A Oeste de Memphis, de Amy Berg
Shut Up and Play the Hits – O Fim dos LCD Soundsystem, de Will Lovelace & Dylan Southern

Melhor Canção Original
“Abrahams Daughter”, Os Jogos da Fome
Música e letra: Win Butler, Régine Chassagne & T-Bone Burnett
Intérprete: Arcade Fire

“Everybody Needs a Best Friend”, Ted
Música e letra: Walter Murphy & Seth MacFarlene
Intérprete: Norah Jones

“Long to Live”, Cosmopolis
Música e letra: Emily Haynes, James Shaw & Howard Shore
Intérprete: Metric

“Skyfall”, 007 – Skyfall
Música e letra: Adele & Paul Epworth
Intérprete: Adele

“Who Were We”, Holy Motors
Música e letra: Leos Carax & Neil Hannon
Intérprete: Kylie Minogue

Melhor Elenco
Argo
A Invenção de Hugo
Millennium 1 – Os Homens Que Odeiam as Mulheres
Moonrise Kingdom
Temos de Falar Sobre Kevin

Melhor Cena ou Sequência
“Plano de abertura”, O Cavalo de Turim
“Tempestade final”, Procurem Abrigo
“New York, New York”, Vergonha
“Plano-sequência da corrida”, Vergonha
“Dança de Sam & Suzy”, Moonrise Kingdom

Melhor Banda Sonora
Alexandre Desplat, Moonrise Kingdom
Howard Shore, A Invenção de Hugo
Mychael Danna, A Vida de Pi
Tom Tykwer, Reinhold Heil & Johnny Klimek, Cloud Atlas
Trent Reznor & Atticus Ross, Millennium 1 – Os Homens Que Odeiam as Mulheres

Melhor Fotografia
Claudio Miranda, A Vida de Pi
Jeff Cronenweth, Millennium 1 – Os Homens Que Odeiam as Mulheres
Robert D. Yeoman, Moonrise Kingdom
Robert Richardson, A Invenção de Hugo
Sean Bobbitt, Vergonha

Melhores Valores de Produção
A Invenção de Hugo
Moonrise Kingdom
O Artista
Anna Karenina
O Hobbit: Uma Viagem Inesperada

Melhores Efeitos Especiais
A Vida de Pi
O Hobbit: Uma Viagem Inesperada
Prometheus
Os Vingadores
O Cavaleiro das Trevas Renasce

Saiba mais em: CCOP