Frances McDormand em "Nomadland" © Fox Searchlight Pictures

Alliance of Women Film Journalists 2021 | Nomadland é o grande vencedor

A Alliance of Women Film Journalists (AWFJ) considerou “Nomadland – Sobreviver na América” de Chloé Zhao como o melhor filme do ano. 

Parece tornar-se uma situação recorrente nos últimos dias, afinal “Nomadland – Sobreviver na América” continua a ser o grande líder de prémios entregues por associações de críticos e especialistas de cinema nos EUA.

Chicago Film Critics
Frances McDormand em “Nomadland” © Searchlight Pictures

Desta vez, venceu os prémios EDA entregues pela Alliance of Women Film Journalists (AWFJ) no passado dia 4 de janeiro. A aclamação de “Nomadland” deverá certamente continuar ao longo desta Awards Season 2020 / 2021. Segundo a fundadora da AWFJ Jennifer Merin:

“Os prémios EDA sempre homenagearam os melhores filmes e artistas do ano, independentemente do género. Estamos entusiasmados que em 2020 três filmes realizados por mulheres surgiram como nossos filmes mais nomeados. Vários filmes contam histórias centradas em personagens femininas fortes e complexas de origens diversas”.

Abaixo poderás conhecer os todos os vencedores dos Alliance of Women Film Journalists.

Prémios da Alliance of Women Film Journalists | Lista completa de vencedores

MELHOR FILME 

“Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures)

MELHOR REALIZAÇÃO

Chloé Zhao, “Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures)

MELHOR ATOR 

Chadwick Boseman, “Ma Rainey: A Mãe do Blues” (Netflix)

MELHOR ATRIZ 

Frances McDormand, “Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA 

Yuh-Jung Youn, “Minari” (A24)

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

“Promising Young Woman” (Focus Features) – Emerald Fennell

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

“Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures) – Chloé Zhao

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

“Soul” (Pixar)

MELHOR FOTOGRAFIA

“Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures) – Joshua James Richards

MELHOR MONTAGEM

“Nomadland – Sobreviver na América” (Searchlight Pictures) – Chloé Zhao

MELHOR DOCUMENTÁRIO

“All In: The Fight for Democracy” (Amazon Studios)  e “The Painter and the Thief” (Neon) – empate

MELHOR FILME DE LÍNGUA NÃO INGLESA 

“Another Round” – Dinamarca

MELHOR ELENCO – DIREÇÃO DE CASTINGr

“One Night in Miami”(Amazon Studios) – Kimberly Hardin e “Os 7 de Chicago” (Netflix) – Francine Maisler

MELHOR REALIZADORA

Emerald Fennell, “Promising Young Woman” (Focus Features)

MELHOR ARGUMENTISTA

Radha Blank, “The Forty-Year-Old Version” (Netflix)

MELHOR PERSONAGEM FEMININA EM ANIMAÇÃO

“22” em “Soul” (Pixar)

MELHOR ATRIZ REVELAÇÃO 

Sidney Flanigan, “Never Rarely Sometimes Always” (Focus Features)

EDA – MENÇÃO ESPECIAL PARA ATRIZ QUE DESAFIA A IDADE 

Sophia Loren, “Uma Vida à Sua Frente” (Netflix)

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Virgílio Jesus has 1237 posts and counting. See all posts by Virgílio Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *