Lady Gaga em "American Horror Story: Roanoke"

Ryan Murphy planeia série sobre o escândalo #MeToo

Ryan Murphy é uma das figuras mais influentes no atual panorama televisivo norte-americano. Esta abordagem aos predadores de Hollywood será uma antologia.

É raro o produtor, argumentista e realizador Ryan Murphy deixar passar uma oportunidade. Desde a viragem do século, Murphy criou séries como “Nip/Tuck” e “Glee”, cimentando o seu nome sobretudo através das antologias “American Horror Story”, “American Crime Story” e “Feud”.

Em linha com a abordagem narrativa destas três, Ryan Murphy prepara agora uma viagem aos bastidores de Hollywood, onde os casos Harvey Weinstein ou Kevin Spacey conheceram nos últimos meses a luz do dia depois de anos escondidos em caves fechadas a sete chaves.

Lê Também:
Descobre os Cenários de Séries que podes mesmo visitar

Recentemente atraído pela Netflix, num acordo fixado em 300 milhões de dólares, Ryan Murphy está a trabalhar já numa série sobre a enfermeira Ratched de “Voando Sobre um Ninho de Cucos”, com uma das suas musas, Sarah Paulson. No entanto, Murphy estará também a preparar uma série à partida intitulada “Consent”.

“Consent” surge como oportunidade para perpetuar dezenas de casos de abusos no sector. Habituado ao formato de antologia, o autor pretende desta vez uma mini-série ao estilo “Black Mirror” – em cada episódio uma história diferente.

AMERICAN CRIME STORY | UM DOS VÁRIOS PROJETOS RYAN MURPHY

Interessa-te que “Consent”, a mais recente ideia de Ryan Murphy, vá para a frente? Entusiasma-te o potencial que esta ligação entre a Netflix e o produtor pode gerar?

Miguel Pontares

Licenciado em Comunicação Empresarial, estudou ainda Escrita de Argumento para Cinema e Televisão. É um dos autores do blog Barba Por Fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *