Salvador Sobral vence Festival Eurovisão da Canção

Para Salvador Sobral esta foi um vitória da música “que significa alguma coisa” e critica a “música descartável”.

O português Salvador Sobral venceu ontem o Festival Eurovisão da Canção que se realizou em Kiev, na Ucrânia.  “Amar a dois”, música composta pela irmã do artista, conseguiu obter 758 pontos. Portugal sagrou-se ontem vencedor do festival pela primeira vez, sendo participante desde 1964.

Portugal venceu  na votação do público e  na votação do júri, tendo, nesta última, recebido  a pontuação máxima da Suécia, São Marino, Letónia, Israel, Espanha, França, Lituânia, Arménia, Islândia, Sérvia, Suíça, Holanda, Geórgia, Hungria, Eslovénia, Polónia, Reino Unido e República Checa. “Salvador tem uma voz doce e mágica”, acrescentou a porta-voz da Lituânia.

Salvador Sobral foi dos poucos intérpretes a cantar totalmente na sua língua materna.

Salvador Sobral ainda conseguiu arrecadar o prémio artístico pela interpretação de “Amar pelos dois”, distinção atribuída pelos comentadores  presentes na cerimónia.

Salvador Sobral, em entrevista, apelou a uma mudança na música:

Vivemos num mundo de música descartável, de música ‘fast-food’ sem qualquer conteúdo. Isto pode ser uma vitória da música, das pessoas que fazem música que de facto significa alguma coisa. A música não é fogo-de-artifício, é sentimento. Vamos tentar mudar isto. É altura de trazer a música de volta, que é o que verdadeiramente interessa.

Os elogios a Salvador Sobral:

Simone de Oliveira deu publicamente os parabéns ao português confessando sentir-se “muito feliz”

“Estou felicíssima, estou contentíssima por Portugal, pela música ligeira portuguesa. A ver se as pessoas passam a perceber que é preciso haver melodia e que é preciso haver palavras, e que é preciso haver sensibilidade, é preciso cantar bem.”

Também o músico Paulo de Carvalho não poupou elogios a Salvador Sobral, assinalando que ganhou a “música séria, bem feita, feita com amor”, que “faz muito sentido ser ouvida”.

David Antunes,  ex-concorrente do programa da TVI “A Tua Cara Não Me É Estranha”, elogiou actuação de Salvador, dizendo: “Simplesmente perfeito. Sem truques. Apenas um coração a cantar. Parabéns Salvador e Luísa! Independentemente do resultado final, obrigado pelo momento mágico que perdurará nas nossas memórias para sempre. Tão bom. Que orgulho”.

A reação mais inesperada foi talvez a da escritora britânica J. K. Rowling. A autora da saga literária “Harry Potter” manifestou a sua preferência por Portugal.

Já o cantor brasileiro Caetano Veloso incentivou os seus seguidores a votar em Salvador Sobral.

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *