Sherlock | Tragédia anunciada

 

Em declarações à Radio Times, Gatiss, que também interpreta o Mycroft Holmes na série, disse relativamente à quarta temporada que os fãs podiam sempre “tragédia, bem como aventura”.

Durante a cerimónia dos Emmy 2014 o argumentista/produtor Steve Moffat havia já prometido uma quarta temporada ainda mais “negra” para “Sherlock”, que as afirmações de Gatiss vêm corroborar. Todavia, o co-criador recusou-se a revelar se isso significava a morte da esposa de John Watson, Mary – interpretada pela parceira na vida real de Martin Freeman, Amanda Abbington – como acontece nas histórias originais de Arthur Conan Doyle.

LÊ TAMBÉM: Produtor de Sherlock diz que a história da quarta temporada é “devastadora”

Martin Freeman especulou também sobre o assunto, dizendo em entrevista ao Daily Telegraph que a morte de Mary era provável: “embora nós brinquemos com as histórias originais, estas geralmente seguem a trajetória que Conan Doyle definiu… Então, ele [John] casa-se e, em seguida, a Mary morre. Por isso, em algum momento ela vai provavelmente morrer”.

Gatiss frisou, no entanto, que os fãs não devem necessariamente supor que é o que vai acontecer. “Só porque é assim nas histórias não significa que vá acontecer na série, porque há uma enorme quantidade de mudanças”. E acrescentou: “é claro que Doyle é o nosso Deus absoluto, mas também temos percorrido um longo caminho – nós introduzimos Sherlock e os pais de Mycroft [por exemplo], algo que nunca foi visto em qualquer outra adaptação – por isso há muitas surpresas que estão por vir”.

Sherlock

“Sherlock” regressa em 2015 para um especial de Natal, cujas gravações terão início em janeiro, seguindo-se as filmagens da quarta temporada em meados do próximo ano. Surpresas e tragédias só mesmo no retorno marcado para 2016!

Lê Também:
Doctor Who vê o regresso de David Tennant e Catherine Tate

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.