Stranger Things | © Netflix

Stranger Things | Trailer final apresenta o novo monstro

A Netflix revelou hoje o trailer final da terceira temporada de “Stranger Things”, apresentando a nova ameaça de Hawkins!

Estamos a praticamente duas semanas de regressar ao mundo ao contrário. A Netflix partilhou hoje o trailer final de “Stranger Things,” revelando o novo monstro (ou monstros?). Uma coisa é certa, a terceira temporada promete uma dose de ação nunca antes vista na pequena cidade de Hawkins! Pelo trailer, vemos claramente que os Duffer Brothers continuam a inspirar-se em clássicos de ficção-científica, aqui com uma clara veia de “Parque Jurássico” (vê a cena final) e apontamentos da trilogia “Alien.”

Estamos no verão de 1985, a escola já acabou e há um novo centro comercial prestes a ser inaugurado. O gang está a entrar na adolescência e o amor está no ar, alterando a dinâmica do grupo. Paralelamente à vida quotidiana, o perigo volta a emergir. El (Millie Bobby Brown) percebe que afinal não conseguiu fechar totalmente o portal e que há uma nova ameaça. O mal não acabou, apenas evoluiu… novamente para o pobre Will Byers (Noah Schnapp) e para Billy Hargrove (Dacre Montgomery), irmão de Max (Sadie Sink).

Lê Também:
Stranger Things 2, em análise

O elenco completo está de regresso para a nova temporada, Winona Ryder no papel da mãe de Will, Joyce Byers, David Harbour como o Chefe Jim Hopper, Finn Wolfhard enquanto Mike Wheeler, Caleb McLaughlin é Lucas Sinclair, Gaten Matarazzo volta a ser Dustin Henderson, Cara Buono como Karen Wheeler, Natalia Dyer regressa com Nancy Wheeler, Charlie Heaton no papel de Jonathan Byers, Joe Keery é Steve Harrington, com a apresentação da nova personagem Robin, desempenhada por Maya Thurman-Hawke.

TRAILER | STRANGER THINGS TEM UMA NOVA(S) AMEAÇA(S)

“Stranger Things” regressa a 4 de julho, em exclusivo, à Netflix.

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *