O elenco de 'Terapia'.

‘Terapia’ diária na RTP 1

 

Produzida pela SP Televisão esta série dramática intitulada ‘Terapia’ é o novo projeto de ficção nacional que a RTP,  decidiu apostar para os serões diários a partir de 4 de Janeiro. Trata-se de uma série de 25 minutos, que mostrará a vida e o trabalho de Mário Magalhães, um psico-terapeuta interpretado por Virgílio Castelo, actualmente responsável pela ficção nacional na RTP.

O canal público não vai fazer nenhum tratamento especial (pelo menos para já!) mas antes uma tentativa de subir a fasquia e aparentemente mostrar a sua vontade de apresentar produtos mais sofisticados e dirigidos a audiências mais exigentes. Na verdade todos os outros canais produzem telenovelas, mas não séries de televisão.

image001

Esta série ‘Terapia’, (da qual já vimos o primeiro episódio, protagonizado por Virgílio Castelo e Soraia Chaves), é dirigida pela realizadora Patricia Sequeira é uma adaptação portuguesa de uma série original israelita. A cada dia da semana, Mário (Virgílio Castelo) recebe um paciente diferente e a série acompanha as suas vidas e os seus dilemas, inclusive os do próprio psico-terapeuta. Durante 9 semanas e 45 episódios, são retratados cinco pacientes diferentes, seguindo quatro tratamentos no consultório do terapeuta Mário Magalhães.

Virgílio Castelo é o psico-terapeuta.
Virgílio Castelo é o psico-terapeuta.

‘Durante 9 semanas e 45 episódios, são retratados cinco pacientes diferentes, seguindo quatro tratamentos no consultório do terapeuta Mário Magalhães’.

Exibida de segunda a sexta-feira, cada dia da semana pertencerá a um paciente específico (interpretados por Soraia Chaves, Filipe Duarte, Maria João Pinho, Nuno Lopes, Catarina Rebelo), menos a sexta-feira, quando o próprio terapeuta se submete igualmente ao acompanhamento  de uma psicóloga (Ana Zanatti). A série em formato 16:9 é atendendo ao primeiro episódio, de grande qualidade de realização e narrativa sobretudo ao nível dos diálogos simples e do quotidiano, e os espectadores vão identificar-se facilmente com estas personagens, e com os seus problemas. ‘Terapia’ marca igualmente a estreia da actriz de cinema Leonor Silveira no pequeno ecrã.

Além de ator principal, Virgílio Castelo, no papel do psico-terapeuta é actualmente o responsável pela ficção nacional da RTP. Do resto do elenco, estão alguns dos melhores actores portugueses, muito bem escolhidos para cada um dos papéis:

Soraia Chaves é Laura Dias.
Soraia Chaves é Laura Dias.

Soraia Chaves é Laura Dias, uma mulher bonita, médica anestesista, mas muito frágil emocionalmente.

Nuno Lopes veste e a pele de Alexandre Gomes, um atirador de elite do Grupo de Operações Especiais que, pela primeira vez, se vê afastado do trabalho.

Filipe Duarte e Maria João Pinho são o casal Jorge e Ana Velez, juntos há 10 anos, com um filho. O problema surge quando ela quer abortar um filho que, supostamente, os dois queriam ter.

Ana Zanatti interpreta Graça Ribeiro, a psicóloga e mentora de Mário, que o vai ajudar numa fase em que ele próprio se sente desamparado.

Catarina Rebelo é uma adolescente Sofia Cruz que está a recuperar de um acidente de bicicleta. Mas as feridas dela não são, de certeza, só físicas.

Leonor Silveira interpreta Catarina, a mulher de Mário, companheira de vida, mãe dos seus 3 filhos, e que lhe revela que tem um amante.

Produzida pela SP Televisão, Terapia tem estreia prevista para 4 de janeiro.

JVM

 

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colaborou no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’  (2014) e 'Mar Urbano Lisboa (2019). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’ (2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’ (2012), Mostras de Cinema da América Latina (2010 e 2011), 'Vamos fazer Rir a Europa', (2014), Mostra de Cinema Dominicano, (2014) e Cine Atlântico, Terceira, Açores desde 2016, até actualidade. Foi Director de Programação do Cine’Eco—Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela de 2012 a 2019. É membro da FIPRESCI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *