Tesla surpreende com o primeiro camião

O interior do Semi, o novo Tesla, é minimalista e coloca o condutor numa posição central do veículo, como se se estivesse ao volante de um fórmula 1.

Depois de ter três automóveis no mercado, a Tesla apresentou hoje o seu supercamião, baptizado de  Semi, numa apresentação que conseguiu superar as expectativas, já elevadas, em relação ao primeiro camião eléctrico.

A apresentação teve lugar na Califórnia e, como seria de esperar, não faltaram efeitos especiais e habilidades ao nível da iluminação. Contudo, o mais importante desta apresentação foi a revelação das características do veículo e, sobretudo, das suas vantagens face aos concorrentes equipados com os enormes e tradicionais motores diesel.

Principais características do novo Tesla:

Aerodinâmico:

Uma das grandes novidades é o aspecto no camião, que se assemelha a um tractor com semi-reboque, tendo uma frente mais inclinada, sem entradas de ar ( para não prejudicar a aerodinâmica) e sem arestas.

Conta com um grande pára-brisas, característica inerente a muitos veículos pesados, contudo, o vidro deste é bastante diferente, sendo à prova de impactos, o que permite que o pára-brisas tenha uma maior durabilidade.

Maior visibilidade em todas as direcções:

Uma particularidade interessante do Tesla é colocar o condutor mais à frente, comparativamente com outros veículos deste género, e num local central do veículo o que, conjugado com o grande pára-brisas. permite ao condutor uma visibilidade em todas as direcções.

Nas suas laterais, o condutor tem a sua disposição dois ecrãs digitais, que o mantêm conectado com o veículo e o mundo.

À semelhança de outros veículos da marca, o Semi está equipados com o Autopilot, capaz de manter o camião na sua faixa de rodagem, regular a velocidade pelo carro da frente e avisar o condutor e até mesmo travar em caso de embate iminente.

Elevada autonomia:

Quando se fala em carros eléctricos, uma das grandes questões é a autonomia. E o novo Tesla conseguiu superar todas as expectativas. O Semi tem 800 km (500 milhas) de autonomia com a carga máxima.

Quanto ao tempo de carga, outra das limitações mais fortes para os veículos eléctricos, o camião do construtor americano anuncia a possibilidade de carregar energia para 640 km em apenas 30 minutos.

Preço vs durabilidade:

Até agora, a Tesla ainda não anunciou o preço oficial do Semi, mas a empresa já aceita reservas, por 5.000 dólares por cada um.

A Tesla dá uma garantia de 1,6 milhões de quilómetros para o veículo e mecânica, como assegura ainda que não vai haver necessidade de substituir as pastilhas e calces de travão – os motores eléctricos realizam o esforço de travar o Semi e ainda geram energia no processo, guardando os travões convencionais, por fricção, para situações de emergência. Não vai ser preciso mudar o óleo, ou resolver problemas com a caixa ou com os diferenciais, porque obviamente não existem.

Surpreendido com o novo modelo da Tesla?

Lê Também:
EISA | Os melhores equipamentos imagem e audio de 2017-2018

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *