Wild Coast © National Geographic

Universo National Geographic | O que ver em junho

Entre Vikings e viagens pelo oceano, o universo de National Geographic em junho vai ser rico em conhecimento e viagens pelo mundo.

No mês em que se inicia o verão o universo de National Geographic vai celebrar o Dia Mundial dos Oceanos mas também passar pela pesca no Atlântico. Andando pelos territórios frios do Alaska, e explorando a história de Vikings, avizinha-se uma programação bem recheada.

Fica a conhecer ao pormenor os destaques de junho no National Geographic e no Nat Geo Wild.

ESPECIAL ‘WILD ALASKA’

Alaska Animal Rescue
© National Geographic

Onde: Nat Geo Wild

Emissões aos domingos, a partir das 17h00

A vida no Alaska é selvagem, diversificada e abundante. A sua península fornece um habitat importante para peixes, mamíferos, répteis e aves. Quando o inverno quebra, os animais aproveitam ao máximo a luz do sol, antes que o seu mundo se feche novamente na escuridão. “Wild Alaska” é o especial que lhe vai permitir explorar o Alaska, as suas fronteiras e a sua costa acidentada, que abriga a vida selvagem mais incrível da América. Com emissão todos os domingos, às 17h00, o especial contará com a estreia de “Alaska and The Wild Beyond”, “Alaska Animal Rescue: Alaska Week Compilation” e “Alaskan Beasts: Big & Tall Mashup”.

ESPECIAL ‘OCEAN’S WEEK’

Ocean's Week Nat Geo
© National Geographic

Onde: Nat Geo Wild

Emissões de segunda-feira, 6 de junho, a sábado, 11 de junho, às 17h00

Com a celebração do Dia Mundial dos Oceanos no dia 8 de junho, serão emitidos conteúdos relacionados com o fascinante mundo das espécies que vivem nas profundezas marinhas.

Venha mergulhar com o National Geographic Wild e descubra as profundezas dos mares e das suas espécies mais emblemáticas, como o grande tubarão branco, as baleias e as lulas gigantes. Neste especial, também haverá o testemunho de biólogos e cientistas marinhos dedicados a salvar os oceanos e a saber o que podemos fazer para os proteger.

Lê Também:
Renovações e Cancelamentos | 1º Trimestre 2022

PESCA NO LIMITE: BATALHA NO ATLÂNTICO

Pesca no Atlântico Nat Geo
© Pilgrim Media Group

Onde: National Geographic

Estreia [11ª temporada] na terça-feira, 7 de junho, às 23h00

Adrenalina e coragem são algumas das características que os pescadores têm quando se aventuram em alto mar à procura de uma boa quota de pesca para o dia. “Pesca no Limite: Batalha no Atlântico”, marca o regresso ao Oceano Atlântico dos já conhecidos Wicked Pissah – a tripulação liderada pelo capitão Paul Herbert que venceu a temporada anterior -, Hard Merchandise do capitão Dave Marciano, FV-Tuna.com do capitão Dave Carraro e cinco vezes vencedor, os familiares Pinwheel de Tyler McLaughlin que nesta temporada é acompanhado pela sua irmã Marissa e o Hot Tuna do capitão T.J. Ott que, muitas vezes, pesca com o seu pai. Ainda parte desta “competição” estão o Fat Tuna do capitão Bob Cook, o Moonshine de Spurge Krasowski, o mais antigo capitão, e o Time Flies de Jack Patrican, o capitão mais novo de todos.

“Pesca no Limite: Batalha no Atlântico” segue estes vários grupos de pescadores do mais antigo porto marítimo dos EUA, Gloucester, em Massachusetts. Aqui, é apresentada a forma tradicional de como se sustentam: com uma cana de pesca e carretel, na busca constante pelo atum-rabilho. Num bom dia de pesca, os pescadores conseguem faturar um total de cerca de 20 mil dólares, algo que o capitão tenta ao máximo conseguir todos os dias para a sua tripulação.

VIKINGS: ASCENSÃO E QUEDA

Nat Geo
Vikings: Ascensão e Queda ©2022 Dash Pictures Limited. All Rights Reserved

Onde: National Geographic

Estreia na segunda-feira, 13 de junho, às 22h10

Ao longo da história, os Vikings travaram guerras a partir dos mares, de forma implacável e com o seu próprio conjunto de regras. Foram uma força inabalável que viu o seu crescimento e o alcance do seu império, o Império Viking, durante mais de 300 anos.

A expansão Viking ficou conhecida pelo derramamento de sangue impiedoso e Norsemen tornou-se o povo mais temido da história. Nesta nova série será possível perceber como o ataque a uma pequena comunidade religiosa na ilha sagrada de Lindisfarne, em 793 d.c., anunciou o início da Era Viking. No entanto, também vamos perceber como a sua história sempre foi contada de um ponto de vista unilateral e cristão. Agora, depois de uma pesquisa rigorosa através de sagas míticas e achados arqueológicos, será possível descobrir a verdade sobre quem eram realmente os Vikings.

Em junho vais te virar mais para o National Geographic ou para o Nat Geo Wild?

Marta Kong Nunes

Fanática de cinema e séries por pura paixão, sou da geração Disney mas também das Tartarugas Ninjas, Motoratos e afins. Já passei pela obsessão de vários géneros de cinema e apesar de me considerar eclética, nada me tira o gozo de um bom filme de acção (por muito irrealista que seja). Séries também se devoram por cá, mas a magia de um filme, será sempre a magia de um filme!

Marta Kong Nunes has 2437 posts and counting. See all posts by Marta Kong Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.