Vampire Weekend, The War on Drugs, Son Lux e muito mais na banda sonora de Cidades de Papel

Foi hoje revelada (via MTV) a tracklist da banda sonora do filme “Cidades de Papel”, a adaptação do bestseller de John Green. HAIM, Vampire Weekend, The War on Drugs, Son Lux e até o próprio Nat Wolff (o protagonista masculino do filme), participam com temas.

Entre algumas faixas inéditas, como “Search Party” de Sam Bruno (que pode ouvir abaixo), e regravações ( “Lost It To Trying” de Son Lux), há também músicas já conhecidas. Destaque para a surpreendente inclusão de “Burning” dos The War on Drugs:

1. Santigold – “Radio”
2. Twin Shadow – “To the Top”
3. Sam Bruno – “Search Party”
4. Kindness – “Swingin Party”
5. Vance Joy – “Great Summer”
6. Vampire Weekend – “Taxi Cab”
7. Son Lux – “Lost It To Trying (Paper Towns Mix)”
8. Saint Motel – “My Type”
9. Galantis – “Runaway (U & I) (Svidden & Jarly Remix)”
10. HAIM – “Falling”
11. Grouplove – “No Drama Queen”
12. De Lux – “Moments”
13. Alice Boman – “Be Mine”
14. The Mountain Goats – “Used To Haunt”
15. The War on Drugs – “Burning”
16. Nat & Alex Wolff – “Look Outside”




 

“Cidades de Papel” marca o primeiro grande papel da modelo britânica Cara Delevingne, de 22 anos, que irá contracenar ao lado do ator Nat Wolff, o conhecido Isaac de “A Culpa é das Estrelas”.

Delevingne será Margo Roth Spiegelman, uma adolescente enigmática por quem Quentin Jacobsen (Wolff) tem uma paixão platónica. Apesar de ser mais conhecida pelo seu trabalho na àrea da moda, Cara teve pequenos papéis em “Anna Karenina” de Joe Wright e “The Face of an Angel”.

Publicado em 2008, a trama de “Cidades de Papel” é um misto de romance e mistério. O filme será realizado por Jake Schreier. Os responsáveis por adaptar a “A Culpa é das Estrelas” para o grande ecrã também estão de regresso. Os argumentistas Scott Neustadter e Michael H. Weber e os produtores Wyck Godfrey e Marty Bowen embarcaram nesta nova aventura de Green que promete ser um sucesso.

“Cidades de Papel” tem previsão de lançamento para 31 julho de 2015, nos Estados Unidos.

Daniel E.S.Rodrigues

Sonho como se estivesse num filme de Wes Anderson, mas na verdade vivo no universo neurótico de Woody Allen. Sou obcecado pela temporada de prémios, e gostaria de ter seguido a carreira de cartomante para poder acertar em todas as previsões dos Óscares, Globos de Ouro (da SIC), Razzies, Troféus TV7 Dias e Corpo do Ano Men's Health. Mas, nesse universo neurótico e imperfeito em que me insiro, acabei por me tornar engenheiro. Sigam-me no Instagram para mais bitaites sobre Cinema, Música, Fotografia e outras coisas desinteressantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *