Angel Olsen (foto de Cameron McCool)

Angel Olsen está de volta a Portugal com All Mirrors

Angel Olsen anunciou o seu novo álbum, All Mirrors, lançou o single principal e prometeu um duplo retorno a Portugal.

All Mirrors é o quarto longa-duração de Angel Olsen e já tem data de lançamento prevista para 4 de Outubro via Jagjaguwar. Depois de álbuns como Burn Your Fire No Witness (2014), My Woman (2016) ou até Phases (2017), a artista assume um registo sombrio e um tanto melancólico. Contudo, por entre a penumbra, vamos sendo suavemente empurrados em direção à luz. O single principal “All Mirrors”, também divulgado hoje, permite-nos mergulhar neste disco de incursão à intimidade, acompanhando Angel Olsen numa fantasiada introspecção.

Lê Também:
Angel Olsen em Lisboa | Solo? Yeah!

Inicialmente, a cantautora pretendia um disco mais solitário, com pouco mais do que a sua voz acompanhada de guitarra. Entretanto, através de vários contributos de John Congleton, Jherek Bischoff ou Ben Babbitt, o projeto tornou-se mais ambicioso. Ainda assim, a artista teve controlo artístico total sobre o novo álbum.

Angel Olsen All Mirrors
Angel Olsen no Nos Primavera Sound 2017 © Rui Ribeiro

Em All Mirrors, assistimos a uma viagem introspectiva por destinos e revelações íntimas e incertas. É neste processo de redescoberta do passado e confronto com o presente que a artista encontra um novo som e uma nova voz, numa mistura explosiva entre fúria e aceitação:

“Pode dizer-se que aconteceram várias coisas inesperadas na minha vida (…) parece que parte da minha escrita voltou do passado, e outra parte estava apenas à espera para existir “.

Neste novo registo, Angel Olsen explora as trevas e permite a entrada da escuridão e dos tons góticos, que afinal sempre moraram nas profundezas da sua música. No primeiro single, somos confrontados com um cenário infausto de uma protagonista a mergulhar cada vez mais, deixando-se afundar. O vibrato singular cria uma atmosfera depressiva na qual, através de curtas frases, a cantora fala da incapacidade de amar e de um sentimento de solidão universal. “At least at times it knew me” repete a artista numa relembrança do passado que não deixa de revelar esperança no futuro. Contudo, os arranjos de cordas e coros emergem exibindo uma possível escapatória, uma “escada branca e sinuosa que sobe em direção ao desconhecido”. É em busca desta subida, onde cada etapa exige ousadia, que encontramos Angel Olsen.

Capa de All Mirrors

Angel Olsen detém uma ligação especial com Portugal. Esteve em residência artística na ZDB em 2016, regressou recentemente ao país em férias, é grande admiradora de José Afonso e de Amália e já cá tocou várias vezes. O reencontro torna-se portanto inevitável.

Podemos assim contar com a presença de Angel Olsen, acompanhada de sete músicos, no dia 23 de Janeiro de 2020, no Capitólio, pela mão da ZDB. No dia seguinte estará no Hard Club, no Porto, por iniciativa da Lovers & Lollypops. Os bilhetes serão colocados à venda esta sexta-feira, 2 de agosto, e custam 22 euros em pré-venda e 25 euros no próprio dia.

ANGEL OLSEN, ALL MIRRORS | “ALL MIRRORS

One thought on “Angel Olsen está de volta a Portugal com All Mirrors

  • Yeah!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.