A Caminho dos Óscares 2015 | Parte III

 

Não parece, mas os Óscares estão aí à porta. A cerimónia acontece só a 22 de fevereiro, mas estamos na altura ideal para fazer os escalonamento detalhado dos prováveis nomeados nas mais diversas categorias.

Wild / Livre

FOX_3558.psd

Porque merece a nossa atenção: O realizador Jean-Marc Vallée, depois de no ano passado nos trazer “Dallas Buyers Club” (que limpou as categorias de atores), regressa com este “Wild”, um one-woman-show de Reese Witherspoon. Desde “Walk the Line” que Witherspoon não tem um papel a condizer com o seu talento, mas este ano o regresso fez-se em grande com “Inherent Vice”, “The Good Lie”, a produção de “Gone Girl” e ainda com este “Wild”, onde deve conquistar a sua segunda nomeação ao Óscar de Melhor Atriz. E só não deve ganhar por duas razões: já tem um Óscar na prateleira lá de casa e na mesma categoria há uma senhora chamada Julianne Moore.

Nomeações possíveis: Melhor Filme, Melhor Atriz (Reese Witherspoon), Laura Dern (Melhor Atriz Secundária), Melhor Argumento Adaptado.

Estreia: 26 de fevereiro de 2015

The Grand Budapest Hotel

The Grand Budapest Hotel - 64th Berlin Film Festival

Porque merece a nossa atenção: A temporada de prémios tem sido simpática para o novo filme de Wes Anderson, que já parecia perdido da corrida. Os Globos de Ouros deram a “Grand Budapest Hotel” a injeção necessária para este obter uma dose considerável de nomeações nos Óscares. Ralph Fiennes ainda sonha com uma surpreendente nomeação para Melhor Ator, mas é nas categorias de Melhor Argumento Original, Melhor Design de Produção e Melhor Guarda-Roupa que o filme de Wes tem mais possibilidades.

Lê Também:   Este aguardado filme com Anya Taylor-Joy chega aos cinemas portugueses depois de estreia aplaudida no Festival de Cannes

Nomeações possíveis: Melhor Filme, Melhor Ator (Ralph Fiennes), Melhor Argumento Original, Melhor Design de Produção, Melhor Maquilhagem e Penteados, Melhor Fotografia, Melhor Guarda-Roupa.

Estreia: Já em DVD

Still Alice

still-alice

Porque merece a nossa atenção: “Still Alice” pode estar muito longe de ser o filme perfeito, e talvez Julianne Moore merecesse vencer o Óscar por um filme mais sólido (há tantos na filmografia da atriz que eram dignos desse reconhecimento), mas restam poucas dúvidas que está aqui o tão aguardado Óscar de Melhor Atriz para Moore, surpreendentemente, o primeiro da sua carreira.

Nomeações possíveis: Melhor Atriz (Julianne Moore).

Estreia: 22 de janeiro de 2015

A Most Violent Year / Um Ano Muito Violento

most-violent-year

Porque merece a nossa atenção: A atenção dada pelo National Board of Review ao filme de J.C. Chandor (“All is Lost”, “Margin Call”) transformou este “A Most Violent Year” num temível dark horse. Melhor Filme e Melhor Atriz Secundária (a terceira nomeação da carreira de Jessica Chastain)  são apostas seguras.

Nomeações possíveis: Melhor Filme, Melhor Ator (Oscar Isaac), Melhor Atriz Secundária (Jessica Chastain), Melhor Argumento Original.

Estreia: 5 de fevereiro de 2015

Big Eyes / Olhos Grandes

big-eyes

Porque merece a nossa atenção: Amy Adams foi desde muito cedo apontada como a principal favorita ao Óscar de Melhor Atriz (o tão esperado Óscar de Melhor Atriz…), mas com a recepção morna de “Big Eyes”, novo filme de Tim Burton, Amy pode até nem sequer ser nomeada. Aliás, apesar de ser considerado o filme mais humano de Tim Burton desde “Ed Wood”, “Big Eyes” pode até ficar a zeros em termos de nomeações. É importante não esquecer que Harvey Weinstein está por detrás da promoção do filme e, portanto, o que hoje é verdade amanhã poderá ser mentira.

Lê Também:   Dune 2 chega finalmente à Max, antiga HBO Max, já nos próximos dias

Nomeações possíveis: Melhor Atriz (Amy Adams), Melhor Ator Secundário (Christoph Waltz), Melhor Guarda-Roupa.

Estreia: 26 de fevereiro de 2015

American Sniper / Sniper Americano

TA3A5741.DNG

Porque merece a nossa atenção: O novo filme de Clint Eastwood foi um dos ignorados nas nomeações aos Globos de Ouro. Nos Óscares pode seguir o mesmo caminho. À excepção de “A Troca” e “Invictus”, Eastwood não tem caído nos louvores da Academia e apesar de “American Sniper” parecer ser um dos melhores filmes do realizador dos últimos anos, será difícil conquistar um número sólido de nomeações. Ainda assim, Bradley Cooper parece ser aquele que tem melhores hipóteses de encontrar um lugar na categoria de Melhor Ator (a acontecer, será a terceira nomeação consecutiva para o ator, depois de “Silver Linings Playbook” e “American Hustle”).

Nomeações possíveis: Melhor Filme, Melhor Realização, Melhor Ator (Bradley Cooper), Melhor Argumento Adaptado, Melhor Edição de Som, Melhor Mistura de Som.

Estreia: 22 de janeiro de 2015

«« PARTE II | PARTE IV »»

0 thoughts on “A Caminho dos Óscares 2015 | Parte III

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *