© Xbox

Xbox Series X é a consola mais potente e compatível

A Microsoft revelou os esforços feitos para tornar a Xbox Series X a consola mais compatível de sempre com uma jogabilidade melhor do que nunca.

O director de programação da Xbox Series X, Jason Ronald, explicou no Xbox Wire de que forma é que a equipa da Xbox está a trabalhar para garantir que a consola da próxima geração é a mais potente.

O foco não gira só em torno dos jogos dos 15 Xbox Game Studios liderados por “Halo Infinite”, mas também nas 3 gerações anteriores da biblioteca de videojogos retrocompatíveis.

Halo Infinite Hologram
“Halo Infinite” é exclusivo de lançamento da Xbox Series X © Xbox

O legado dos consumidores é algo que a Xbox pretende preservar e respeitar, desde o progresso conquistado nos jogos, às comunidades formadas. Assim, como já tinha sido revelado anteriormente, os mais de 500 títulos do programa de retrocompatibilidade da Xbox 360 e Xbox original, assim como a biblioteca da Xbox One, poderão ser jogados na Xbox Series X.

Manter a compatibilidade não é fácil, dados os desafios técnicos e arquitecturas dos sistemas das diferentes gerações. Até agora, a equipa Xbox já passou mais de 100mil horas em testes na Xbox Series X, tudo para que no lançamento a biblioteca de jogos dos consumidores esteja pronta para jogar.

Lê Também:
Inside Xbox apresenta 13 jogos na Xbox Series X

Os títulos retrocompatíveis correrão de forma nativa no hardware da Xbox Series X, com todo o poder providenciado pelo CPU, GPU e SSD, sem boost mode nem downclocking, o que significa que os jogos são desfrutados no pico da performance para o qual foram projectados, podendo até ter um desempenho melhor na Series X do que na sua plataforma original de lançamento.

As novas técnicas da equipa permitem que os jogos corram a resoluções ainda mais altas e atinjam uma melhor qualidade de imagem sem nunca interferir com a visão e objectivo artístico criadores originais.

Portanto, os jogos retrocompatíveis estarão optimizados na nova consola, traduzindo-se para framerates mais constantes e renderização à máxima resolução e qualidade visual, tendo também reduções significativas nos tempos de carregamento em jogo, graças ao poder da Xbox Velocity Architecture.

Xbox Series X Front
Xbox Series X © Microsoft

A Xbox Series X traz também um HDR inovador que será aplicado automaticamente, sem qualquer impacto na performance dos jogos, mesmo nos títulos com quase 20 anos da Xbox 360 e Xbox original.

O Quick Resume, que permitirá trocar entre títulos diferentes e retomar no ponto em que se deixou, também engloba os jogos das gerações passadas. E tudo isto acontecerá sem a necessidade de trabalho extra por parte dos estúdios.

Outras inovações em curso incluem a possibilidade de duplicar o framerate de alguns títulos, de 30 fps para 60 fps, e de 60 fps para 120 fps.

Xbox OG Retro-compatibilidade
Jogos retro-compatíveis da Xbox original © Xbox

Além de tudo isto, a equipa Xbox abriu de novo as portas a mais feedback de títulos da Xbox 360 e Xbox original que os fãs desejam ver retrocompatíveis.

A nova consola está na tua mira? O que pensas destas melhorias para os jogos das gerações passadas?

Catarina Ferreira

Sempre tive desejo inato de expressar a minha criatividade, tendo envergado pelas artes nos estudos e nos tempos livres, como pintura, desenho, fotografia ou arte digital. Os videojogos também me acompanharam desde cedo. Halo foi o que me trouxe à Xbox, onde acabei por criar os Xbox PT Dummies. Não sou fã de guerras de consolas e acredito que todos têm o dever de ser felizes onde entenderem. Podem ver as minhas opiniões (não) populares no Twitter.

Catarina Ferreira has 242 posts and counting. See all posts by Catarina Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.